quinta-feira, 31 de maio de 2012

Itaocara recebe serviço de tomografia computadorizada móvel

O aparelho atenderá também pacientes de Aperibé, Bom Jesus do Itabapoana, Cambuci, Italva, Itaperuna, Laje do Muriaé, Miracema, Natividade, Porciúncula, Santo Antônio de Pádua, São José de Ubá e Varre e Sai

Itaocara, na Região Noroeste Fluminense, recebe um dos tomógrafos móveis da Secretaria de Estado de Saúde (SES) a partir de 4 de junho. A carreta vai estacionar na Praça Toledo Pizza, em frente ao Hospital Municipal de Itaocara. O aparelho fica na cidade até 16 de junho e também atenderá pacientes dos outros municípios da região como Aperibé, Bom Jesus do Itabapoana, Cambuci, Italva, Itaperuna, Laje do Muriaé, Miracema, Natividade, Porciúncula, Santo Antônio de Pádua, São José de Ubá e Varre e Sai.

Instalado em uma carreta especial, o equipamento é capaz de realizar um exame em 30 segundos, enquanto outros aparelhos levam de 20 e 40 minutos, permitindo um diagnóstico mais rápido e preciso. O tomógrafo computadorizado móvel é operado por médicos radiologistas e o resultado do exame é entregue à Prefeitura.

O tomógrafo móvel funciona de segunda a sexta-feira, das 7h30 às 18h30 e, aos sábados, das 7h30 às 15h. O aparelho tem capacidade para realizar 70 exames por dia. As tomografias móveis funcionam com gerador externo ou eletricidade externa, mas possuem um gerador próprio, com capacidade para operar de oito a nove horas por dia; dois aparelhos de ar-condicionado, elevador para macas e cadeira de rodas e contam, ainda, com vestiário para o paciente. O projeto de levar os exames de tomografia computadorizada ao interior do estado começou em 2009 e já atendeu a quase 40 mil pacientes, realizando, até agora, mais de 51 mil exames.

Agendamentos e condições

Os agendamentos dos serviços de tomografia móvel são feitos pelas secretarias municipais de Saúde, que recebem o pedido médico do paciente, encaminham a planilha com as demandas para o serviço da SES e informam os pacientes sobre a data, hora e local do procedimento. Quem tem telefone celular recebe essas informações via mensagem de texto (SMS) até 48 horas antes do dia marcado. Após um período de 10 a 15 dias úteis, o município entrega os resultados ao paciente para que sejam encaminhados ao seu médico. Pacientes que estejam internados também são aceitos, desde que não estejam ligados a equipamentos ou agitados. Exames sob anestesia/sedação não poderão ser realizados.

Fonte: Imprensa RJ

quarta-feira, 30 de maio de 2012

Estado entrega veículos para reforço da ação ambiental em 57 municípios

Solenidade marca o início das comemorações pelo Dia do Meio Ambiente

O vice-governador e coordenador executivo de Infraestrutura, Luiz Fernando Pezão, o secretário do Ambiente, Carlos Minc, e a presidente do Instituto Estadual do Ambiente (Inea), Marilene Ramos, fazem na sexta-feira (01/06), às 10h, no Monumento aos Pracinhas, no Aterro do Flamengo, a entrega de veículos para 57 municípios. A  solenidade marca o início da Semana do Meio Ambiente , que terá vários eventos para celebrar o Dia Mundial do Meio Ambiente (5/06).

Os veículos deverão ser utilizados pelas prefeituras exclusivamente para licenciamento, fiscalização ambiental e combate ao crime ambiental. O investimento foi de R$ 1,6 milhão, recursos provenientes da cobrança da Taxa de Controle e Fiscalização Ambiental (TCFA). Como parte do trabalho de fortalecimento da ação dos municípios na área ambiental, o Inea também repassou às 92 prefeituras do estado um kit com computador, impressora, scanner, notebook, datashow, GPS e máquina fotográfica.

Os municípios contemplados com veículos são Aperibé, Araruama, Armação de Búzios, Arraial do Cabo, Barra do Piraí, Barra Mansa, Belford Roxo, Bom Jesus de Itabapoana, Cabo Frio, Cachoeiras de Macacu, Cambuci, Cardoso Moreira, Duque de Caxias, Guapimirim, Itaboraí, Itaguaí, Italva, Itaocara, Itaperuna, Lajes de Muriaé, Macaé, Mangaratiba, Maricá, Mendes, Mesquita, Miracema, Natividade, Nilópolis, Niterói, Nova Friburgo, Nova Iguaçu, Petrópolis, Piraí, Porciúncula, Porto Real, Queimados, Resende, Rio Bonito, Rio Claro, Rio das Ostras, Santo Antônio de Pádua, São Fidélis, São Gonçalo, São João de Meriti, São João da Barra, São José do Vale do Rio Preto, São José de Ubá, São Pedro da Aldeia, Saquarema, Seropédica, Silva Jardim, Tanguá, Teresópolis, Três Rios, Varre-Sai, Vassouras e Volta Redonda.

A Taxa de Controle e Fiscalização Ambiental (TCFA-RJ) é recolhida pelas empresas que desenvolvem atividades com algum potencial poluidor. Até o início de 2009, a taxa era integralmente recolhida ao Ibama mas, com a assinatura de um acordo de cooperação técnica em março de 2010, 60% do valor antes recolhido apenas ao Ibama passou a ser pago diretamente ao Estado.

Plano Municipal da Mata Atlântica

Durante a solenidade os prefeitos de 15 municípios do Norte e Noroeste fluminense vão assinar Termos de Cooperação com a Secretaria Estadual do Ambiente (SEA), relativos ao projeto de Planos Municipais da Mata Atlântica. O termo prevê o repasse de R$ 20 mil, recursos provenientes do Fundo Estadual de Conservação Ambiental e Desenvolvimento Urbano (Fecam), para implantação de viveiros de espécies nativas da Mata Atlântica, além de definir o papel do estado e dos municípios na implementação dos planos.

Os municípios que vão assinar os termos de cooperação são Aperibé, Bom Jesus de Itabapoana, Cambuci, Cardoso Moreira, Italva, Itaocara, Itaperuna, Lajes de Muriaé, Miracema, Natividade, Porciúncula, Santo Antônio de Pádua, São José de Ubá, São Fidélis e Varre-Sai.

Previstos pela Lei da Mata Atlântica, os Planos Municipais da Mata Atlântica vão prever, entre outros itens, criação de novas unidades de conservação, a formação de corredores ecológicos, identificação das áreas de preservação permanente e outras de interesse ambiental. A produção dos viveiros de mudas será destinada aos reflorestamentos previstos pelo plano em cada município.

A elaboração de planos municipais para a preservação da Mata Atlântica é uma iniciativa pioneira no estado e a primeira, em todo o país, a abranger toda uma região geográfica.

Fonte: Imprensa RJ

FIRJAN Noroeste apresentou Projeto 2022 nesta terça-feira

Evento reuniu prefeitos, autoridades estaduais e comunidade em geral

Itaperuna, 30 de maio de 2012

O Sistema FIRJAN realizou nesta terça-feira, 29 de maio, o lançamento do Projeto 2022 no Teatro FIRJAN/SESI de Itaperuna. A apresentação retratou o projeto desenvolvido pela FIRJAN Noroeste nas áreas de infraestrutura de transporte e saúde. O evento contou com presença do Secretário Estadual de Transportes, Julio Lopes, do presidente do DER-RJ, Henrique Santos Ribeiro, e de prefeitos de toda região.

No evento, foi transmitido o vídeo de apresentação do projeto, que mostra os Arcos Rodoviários planejados, o Hospital Regional Federal e os demais investimentos previstos pelo projeto.

O presidente da FIRJAN Noroeste, Antônio Carlos Boechat, disse que o Projeto visa apresentar propostas de desenvolvimento sustentável para a região em longo prazo, reduzindo déficits nas áreas de transporte e saúde e melhorando a qualidade de vida das pessoas. “Este é um pleito. É uma ideia. E os gestores públicos irão realizar”, explicou.

Julio Lopes frisou a importância de haver um planejamento para as rodovias de forma a reduzir a grande quantidade de veículos nas áreas urbanas. “A gente sabe o quanto é importante esta luta. Temos que fazer no presente o que queremos no futuro. Nós do Governo do Estado aprendemos muito com estas iniciativas”, disse Julio Lopes, que também parabenizou a FIRJAN pela realização.

O Projeto 2022 propõe uma série de obras de desenvolvimento nas áreas de infraestrutura e saúde. Estas obras consistem na criação do Arco Rodoviário Sul em Itaperuna, visando retirar do centro da cidade o tráfego de veículos pesados pelo município. Passando pela região sul da cidade, ele cruzará a RJ 210, estrada que o Projeto prevê o asfaltamento. No ponto onde estas duas vias se encontrarão, o Projeto propõe também a criação do condomínio empresarial do município — área onde alocar as indústrias — e uma rodoviária interestadual.

Além destas obras em Itaperuna, o Projeto também apresenta a criação de Arcos Rodoviários em Miracema, Pirapetinga, Santo Antônio de Pádua e Campos dos Goytacazes. O objetivo da criação de todos estes arcos é reduzir tempo de viagem e propor um planejamento de longo prazo para a infraestrutura de transportes na região.

Na área de saúde, o Projeto visa a criação de um Hospital Regional Federal, atendendo aos municípios do Noroeste e Norte Fluminense, e também do Sul Capixaba e da Zona da Mata Mineira. Este hospital oferecerá atendimentos em baixa e média complexidade, que são necessidades da população da região. Para este Hospital, o Projeto prevê a criação no entorno de uma área de preservação permanente, com árvores de mata nativa plantadas.


Sobre a FIRJAN - A Federação das Indústrias do Estado do Rio de Janeiro é a mais antiga entidade empresarial do Brasil, com origem em 1827. Hoje reúne mais de 105 sindicatos industriais de todo o estado e possui cerca de 9 mil empresas associadas. Tem a missão de promover a competitividade empresarial, a educação e a qualidade de vida do trabalhador e da sociedade, contribuindo para o desenvolvimento sustentável do Rio de Janeiro. Para isso, conta com 60 unidades em todo o estado e no Distrito Federal. O Sistema FIRJAN é formado por cinco entidades sem fins lucrativos, que trabalham de forma integrada: a própria FIRJAN, o SESI, o SENAI , o CIRJ e o IEL.
LUIZ CARLOS MARTINS PINHEIRO 



Conheci Luiz Carlos na internet. Pessoalmente, tive com ele duas ou três vezes, no máximo. O início da convivência não foi muito perfeita, tínhamos posições políticas, digamos assim, quase antagônicas.

Apesar das divergências políticas, descobrimos o valor mútuo do humanismo de cada um. Isto foi possível com a convivência que tivemos numa empreitada em comum: pesquisa da biografia dos personagens que deram nome a logradouros de Miracema, na qual Luiz Carlos era o coordenador. Para quem não sabe, Luiz Carlos, juntamente com a professora Ricarda Alvim, iniciaram a obra “Logradouros de Miracema”, como ele mesmo conta aqui.

No blog O Vagalume, a Angeline fez um breve e conciso resumo do que Luiz Carlos representou e representa para os integrantes do grupo, que, com ele, construiam a obra “Logradouros de Miracema”.

Luiz Carlos, foi o maior comentarista deste blog, sempre procurou incentivar, mesmo divergindo da postagem. Quando iniciei com as postagens de fotos das aves de Miracema, ele sempre cobrou foto do martim-pescador, seu pássaro predileto.

Em homenagem ao meu amigo, foto do pássaro que ele mais gostava, clicado na cidade que ele amava, Miracema:


CHAPAS DE PRÉ-CANDIDATOS EM MIRACEMA 

Mais uma chapa de pré-candidatos se formou para disputar as eleições municipais em Miracema. O vereador Sérgio Rocha (PV) apresenta-se como pré-candidato a vice-prefeito na chapa do pré-candidato a prefeito Orlando Siqueira (PT). 

Orlando Siqueira, Dr. Gutemberg Medeiros Damasceno e Sérgio Rocha (Foto: blog PV Miracema)

A outra chapa já apresentada, é a do vice-prefeito Juedyr Orsay (PR), como pré-candidato a prefeito, e Rafael P. T. Moreira Pinto (PSC), como pré-candidato a vice-prefeito. 

Juedyr Orsay e Rafael P. T. Moreira Pinto (Foto: blog A Voz do Morro)

Fontes: blogs PV Miracema e A Voz do Morro

terça-feira, 29 de maio de 2012

SISTEMA ON LINE DA AGRICULTURA FACILITA ENTREGA DA DECLARAÇÃO DE VACINAÇÃO CONTRA FEBRE AFTOSA


Está mais fácil para o pecuarista fluminense declarar a vacinação dos seus animais contra Febre Aftosa, Brucelose e Raiva. Graças ao início do funcionamento do Sistema Integrado de Defesa Agropecuária, da secretaria estadual de Agricultura, está sendo possível que o produtor vá a qualquer um dos Núcleos de Defesa Agropecuária ou postos municipais do estado entregar a declaração ou regularizar o cadastro de sua propriedade.

- Esse benefício já está sendo percebido nesta primeira etapa da campanha de Vacinação contra a Febre Aftosa, que será encerrada no próximo dia 31, e não será prorrogada. O funcionamento on line de gestão da Defesa Agropecuária possibilita que o produtor procure qualquer um dos 47 escritórios para entregar a documentação ou obter serviços - informou o superintendente de Defesa Agropecuária da secretaria, Paulo Henrique Moraes.

O secretário estadual de Agricultura, Christino Áureo, destacou que, através da vacinação, o criador está preservando não apenas os animais, mas também a economia.

– Nosso estado é considerado área livre de aftosa, há 15 anos sem a ocorrência de casos em seu rebanho e a participação dos pecuaristas tem sido primordial para a manutenção do status de “Livre da Febre Aftosa com Vacinação” – frisou, acrescentando que o trabalho de conscientização das equipes de Defesa Agropecuária, com o apoio dos municípios, junto aos produtores tem sido fundamental no combate a doença.

O estado do Rio de Janeiro vem conseguindo índices vacinais superiores a 90% nas campanhas realizadas nos meses de maio e novembro, para imunizar o plantel de 2,1 milhões de cabeças.

É importante lembrar que quem não declarar a vacinação está sujeito a receber auto de infração, ter a propriedade interditada, ser multado em até R$ 45 mil, além do pagamento de taxa de R$ 4,50 por animal não vacinado. Essa medida extrema, que já vem sendo aplicada nas etapas de vacinação, é necessária para garantir a sanidade do rebanho fluminense.

Fonte: Imprensa RJ

segunda-feira, 28 de maio de 2012

LIXÃO NO NOROESTE FLUMINENSE PREOCUPA
Lixão em Miracema - foto: blog Miracema Fiscalizando

Grande passo será dado pelo Governo do Estado com o fechamento do Lixão de Gramacho, no próximo 1º de junho. Segundo o secretário do Ambiente, Carlos Minc, 86% do lixo produzido no estado vão para aterros sanitários onde o solo é impermeabilizado e tem tratamento adequado do lixo e do chorume. 

A situação no Noroeste fluminense preocupa, não tem na região nenhum aterro sanitário. Os 13 municípios da região, mais São Fidelis e Cardoso Moreira, vizinhas do Norte, representam metade dos municípios do estado que contam com lixões sem tratamento para evitar a contaminação do solo e de rios próximos. Um aterro sanitário está previsto para a região e deverá ser implantado até 2014 – meta da Secretaria estadual do Ambiente para erradicar todos os lixões e fazer com que os 92 municípios do estado deem destino adequado aos seus resíduos. 

Custos 

A tonelada de lixo em aterro sanitário pode custar cerca de quatro vezes mais do que a tonelada de lixo destinado a lixões. Segundo Minc, será difícil para alguns municípios: hoje, o Estado do Rio subsidia R$ 20 por tonelada para dois municípios e já tem mais de 30 na fila. 

Certamente tal dificuldade existirá para os municípios do Noroeste fluminense, considerada a região mais pobre do estado. 

Com informações do Globo de hoje

domingo, 27 de maio de 2012

AVIFAUNA DE MIRACEMA LXXXIV

Pássaros clicados nestes dias em Miracema: 

1. Anu-branco e gavião-caboclo. O anu já estava na árvore e o gavião chegou depois. Pela cara do anu, percebe-se que ele não gostou da presença do gavião. Não deu outra, ele deu uma sapecada no gavião e voou fora. Literalmente!

2. Tiziu. Ele dá cambalhota no ar para piar (2ª foto).

3. Urubu-de-cabeça-preta. O cabeça-amarela (foto abaixo desta), por ter faro melhor, chega antes nas carniças.
4. Urubu-cabeça-amarela. Parece que ele não tem os pés?
5. Bem-te-vi
6. Martim-pescador-verde

7. Biguá
8. Maria-faceira. Linda como sempre, toda maquiada naturalmente.
No marcador AVES DE MIRACEMA, na coluna da direita do blog, tem mais aves de Miracema. No site do WikiAves também (ver na coluna da direita BLOGS QUE ACOMPANHO).

Bom domingo para todos!

PRESERVE A NATUREZA

sexta-feira, 25 de maio de 2012

EMPREGOS FORMAIS NO NOROESTE FLUMINENSE – ABRIL/2012

Em abril de 2012, as admissões de empregos com carteira assinada superaram os desligamentos em 131 empregos no Noroeste fluminense. Na comparação com abril de 2011, ocasião em que as admissões superaram as demissões em 415 empregos, houve recuo de 68%. No Estado do Rio a queda foi de 28%.

Os municípios que mais geraram empregos em abril de 2012 foram: Itaperuna (103), Santo Antônio de Pádua (40), Miracema (9), Cambuci (8), Italva (8), ...

De janeiro a abril de 2012, o saldo da flutuação de empregos na região foi favorável em 25 postos de trabalho. Em relação a igual período de 2011, houve queda de 95%, enquanto no Estado do Rio o recuo foi de 7%. 

Municípios que apresentaram os melhores saldos de admissões na região: Itaperuna (158), Porciúncula (35), Miracema (32), Aperibé (24), Itaocara (21), ... Principais ocupações que proporcionaram mais empregos nestes municípios:
  • Itaperuna: Servente de Obras (65), Motorista de Carro de Passeio (47), Professor de Nível Superior do Ensino Fundamental - Primeira a Quarta Série (22), Faxineiro (19) e Cozinheiro (16); 
  • Porciúncula: Apontador de Produção (10), Vendedor de Comércio Varejista (9), Costureira de Reparação de Roupas (5), Oleiro – Fabricante de Tijolos (5) e Serralheiro (4); 
  • Miracema: Trabalhador Agropecuário em Geral (9), Trabalhador da Manutenção de Edificações (9), Marceneiro (7), Contínuo (6) e Ajudante de Motorista (6); 
  • Aperibé: Auxiliar de Pessoal (8), Técnico Mecânico - Máquinas) (7), Vendedor de Comércio Varejista (4), Alimentador de Linha de Produção (4) e Operador de Caixa (3); e
  • Itaocara: Auxiliar de Pessoal (17), Operador de Computador (8), Vendedor de Comércio Varejista (7), Servente de Obras (6) e Auxiliar de Pessoal (6). 
Com saldo de demissões de 157 e 86 empregos, Santo Antônio de Pádua e Bom Jesus do Itabapoana, respectivamente, foram os municípios em que mais houve demissões na região. Principais ocupações que apresentaram demissões nestes municípios: 
  • Santo Antônio de Pádua: Servente de Obras (78), Trabalhador de Serviços de Limpeza e Conservação de Áreas Públicas (31), Agente de Saúde Pública (30), Agente Comunitário de Saúde (29) e Pedreiro (26); e 
  • Bom Jesus do Itabapoana: Vendedor de Comércio Varejista (44), Motorista de Ônibus Rodoviário (24), Frentista (9), Servente de Obras (8) e Técnico de Enfermagem (8).

terça-feira, 22 de maio de 2012


Extração de pedras para construção civil no Noroeste se torna pólo de trabalho escravo

Governo do Estado lança Plano de Erradicação do Trabalho Escravo

Mais um passo foi dado pelo Governo do Estado para eliminar os últimos resquícios de exploração de mão de obra escrava em território fluminense. A Secretaria de Assistência Social e Direitos Humanos lançou, na manhã desta terça-feira(22/5), no Palácio Guanabara, o Plano Estadual para a Erradicação do Trabalho Escravo no estado. A primeira medida para o enfrentamento do problema aconteceu em abril de 2011 com a posse da Comissão Estadual de Erradicação do Trabalho Escravo (Coetrae-RJ), órgão deliberativo composto por representantes do Estado e de entidades civis ligadas a ações de promoção e defesa dos direitos humanos e de enfrentamento ao trabalho escravo.

O plano tem 41 ações, que serão colocadas em prática em até dois anos, e os principais eixos de trabalho são: elaborar uma lista com os principais municípios que comprovadamente têm trabalho escravo; firmar uma parceria com o Disque-Denúncia para que eles possam identificar denúncias de trabalho escravo; desenvolver módulos de formação sobre trabalho escravo para os agentes de segurança pública; cancelar os contratos, por parte do Estado, de empresas que tenham tido condenação por trabalho escravo; e encaminhar para o serviço de proteção à testemunha aquelas pessoas que denunciaram uma realidade de trabalho escravo.

- É inaceitável que um estado como o nosso continue a conviver com situações degradantes de exploração do trabalho em situação análoga ao trabalho escravo. Esta convicção não é apenas nossa, mas do próprio governador Sérgio Cabral que apoia integralmente as ações do plano que lançamos – afirmou o secretário de Assistência Social e Direitos Humanos, Rodrigo Neves.

Nos últimos anos, foram resgatados dessa situação no estado mais de 1,7 mil trabalhadores, mas o problema ainda está presente, principalmente no interior, mais notadamente no Norte e Noroeste do estado. Campos dos Goytacazes, por conta da cultura da cana de açúcar, continua liderando o ranking dessa prática, embora tenha diminuído o índice de emprego dessa mão de obra. Porém, a partir do ano passado, a extração de pedras para a construção civil passou a ser outro pólo de exploração de trabalho escravo, sendo o município de Santo Antônio de Pádua o mais afetado.

A coordenadora da Coetrae-RJ, Graziella Rocha, disse que a parceria com o Disque-Denúncia será importante ferramenta para reforçar o combate ao problema, ao ampliar o número de denúncias no estado.

–Fizemos em janeiro um curso de capacitação dos atendentes do Disque-Denúncia sobre uma série de questões relacionadas aos direitos humanos, entre elas o problema do trabalho escravo. Com isso, os operadores do serviço estão aptos a identificar com interlocutores possíveis focos de exploração de mão de obra escrava – ressaltou a coordenadora.

O secretário Rodrigo Neves sugeriu lançar o plano diretamente nesses municípios com maior incidência do uso de mão de obra escrava para fortalecer os movimentos sociais locais. Ele disse também que as pessoas e movimentos sociais e de direitos humanos precisam se mobilizar para exigir da bancada do estado na Câmara dos Deputados que vote maciçamente pela aprovação da PEC do Trabalho Escravo que tramita na Casa, propondo a legalização da expropriação de terras onde exista trabalho escravo.

Fonte: Imprensa RJ
EVOLUÇÃO DA TAXA DE APROVAÇÃO ESCOLAR NOS MUNICÍPIOS DO NOROESTE FLUMINENSE 

De acordo com os dados divulgados pelo INEP, relativos a 2007 e 2011, todos municípios da região aumentaram a Taxa de Aprovação no ensino fundamental, com exceção de Laje do Muriaé. No ensino médio, nos treze municípios da região houve aumento da taxa de Aprovação.

Esta foi a última postagem, de uma série de cinco, sobre as Taxas de Aprovação e Abandono Escolar das redes de ensino do Noroeste fluminense. O propósito de tais postagens foi de mostrar a situação do ensino na região para que haja iniciativas que visem aprimorar o quadro. 

Vimos recentemente, através do IBGE, que o salário do professor é o mais baixo do país entre as profissões de nível superior, embora tenha havido alguma evolução: em 2010 a renda média de um professor de nível fundamental equivalia a 59% da dos demais trabalhadores com nível superior, enquanto em 2000 esta relação era de 49%. 

A continuar assim (evolução média do salário do professor de 1% ao ano em relação a média dos demais trabalhadores), estes profissionais terão que esperar 41 anos para que tenham a remuneração que eles merecem, o que seria um contra senso com o crescimento econômico alcançado pelo Brasil, que exige maior rapidez no aprimoramento da educação para que os novos postos de trabalho qualificado encontre profissionais para preenchê-los. 

Postagens relacionadas:

sábado, 19 de maio de 2012

EVASÃO ESCOLAR NOS MUNICÍPIOS DO NOROESTE FLUMINENSE 

De acordo com os dados divulgados pelo INEP, relativos a 2007 e 2011, o quadro de evasão escolar na região apresenta-se da seguinte forma: 

Municípios que reduziram a evasão escolar 
  • Ensino Fundamental: Aperibé (-100%), Italva (-60,87%), Itaperuna (-50%), São José de Ubá (-39,66%), Santo Antônio de Pádua (-36,36%), Bom Jesus do Itabapoana (-35,29%), Itaocara (-35,29%), Cambuci (-33,33%), Varre-Sai (-27,03%) e Laje do Muriaé (-5,88%); e
  • Ensino Médio: São José de Ubá (-85,92%), Itaocara (-69,07%), Miracema (61,36%), Italva (-60,61%), Aperibé (-60,42%), Bom Jesus do Itabapoana (-58,33%), Laje do Muriaé (-55,97%), Natividade (-53,33%), Itaperuna (-24,07%), Cambuci (-24,05%) e Santo Antônio de Pádua (-20%). 
Municípios que estabilizaram a evasão escolar: 
  • Ensino Fundamental: Miracema e Natividade. 
Municípios onde houve aumento da evasão escolar: 
  • Ensino Fundamental: Porciúncula (55,56%). 
  • Ensino Médio: Porciúncula (51,11%) e Varre-Sai (48,28%).

TAXA DE ABANDONO ESCOLAR EM MIRACEMA SE MANTÉM ESTÁVEL NO ENSINO FUNDAMENTAL E DIMINUI NO ENSINO MÉDIO

De acordo com os dados divulgados pelo INEP, no geral a Taxa de Abandono Escolar do município de Miracema se manteve estável no ensino fundamental e diminuiu em 61,63% no ensino médio, no período 2007 a 2011. 

Na rede estadual de ensino a evasão escolar aumentou em 113,33% no ensino fundamental e diminuiu em 59,14% no ensino médio. Na rede municipal de ensino fundamental a evasão recuou 42,11%. Na rede particular de ensino a evasão escolar, que já era baixa, foi zerada. 

A tabela a seguir mostra as oscilações ano a ano das Taxas de Abandono Escolar no município de Miracema, no período citado:

Postagens relacionadas:

TAXA DE APROVAÇÃO ESCOLAR DE MIRACEMA EVOLUI 

INEP – TAXAS DE APROVAÇÃO E DE ABANDONO ESCOLAR 2011NOS MUNICÍPIOS DO NOROESTE FLUMINENSE

sexta-feira, 18 de maio de 2012

TAXA DE APROVAÇÃO ESCOLAR DE MIRACEMA EVOLUI 

De acordo com os dados divulgados pelo INEP, a Taxa de Aprovação Escolar do município de Miracema evoluiu 9,42%, no Ensino Fundamental, e 18,6%, no Ensino Médio, no período 2007 a 2011, apesar do município ter ficado na 11ª (Ensino Fundamental) e 4ª (Ensino Médio) posições no ranking do Noroeste fluminense em 2011, conforme mostrado em outra postagem (aqui). 

O maior avanço foi obtido na rede estadual de ensino: Ensino Fundamental (16,51%) e Ensino Médio (18,96%). A rede particular de ensino ficou praticamente estável: Ensino Fundamental (0,00%) e Ensino Médio (0,10%). A rede municipal de ensino avançou 7,91% no Ensino Fundamental. 

A Taxa de Aprovação serve de base para o cálculo do Indicador de Fluxo Escolar e, por conseguinte, do Ideb (Índice de Desenvolvimento da Educação Básica criado pelo Ministério da Educação em 2007 para medir a qualidade de cada escola e de cada rede de ensino). 

A tabela a seguir mostra mais detalhes sobre as Taxas de Aprovação Escolar no município de Miracema, no período citado:

quinta-feira, 17 de maio de 2012

INEP – TAXAS DE APROVAÇÃO E DE ABANDONO ESCOLAR 2011 DOS MUNICÍPIOS DO NOROESTE FLUMINENSE 

As Taxas de Aprovação e de Abandono Escolar 2011 divulgadas pelo INEP (Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira) nesta semana estão representadas nas tabelas I e II abaixo para os municípios do Noroeste fluminense. 

 Tais indicadores servem de base para o cálculo do Indicador de Fluxo Escolar e, por conseguinte, do Ideb (Índice de Desenvolvimento da Educação Básica criado pelo Ministério da Educação em 2007 para medir a qualidade de cada escola e de cada rede de ensino). 

 Ensino Fundamental de 8 a 9 anos 

Santo Antônio de Pádua apresentou a melhor Taxa de Aprovação na região (95). Em seguida Aperibé (92,7), Bom Jesus do Itabapoana (91,8), Natividade (91,6), Italva (90,5), .... Miracema é o 11º no ranking da região, com a Taxa 87,1. 

 Municípios que tiveram as melhores colocações na Taxa de Abandono: Aperibé (0), Itaperuna (0,6), Santo Antônio de Pádua (0,7), Natividade (0,8), Cambuci (0,8), ... Miracema ficou com a 10ª colocação no ranking da região (1,5). 

Ensino Médio 

Italva obteve a melhor Taxa de Aprovação na região (93,7). Em seguida Santo Antônio de Pádua (92), Natividade (90,6), Miracema (90,2), Aperibé (89,2), Cambuci (89,1), Itaocara (89), .... 

Taxa de Abandono: São José de Ubá (2), Natividade (2,8), Itaocara (3), Miracema (3,4), Bom Jesus do Itabapoana (3,5), Aperibé (3,8), ...


segunda-feira, 14 de maio de 2012


NEPOTISMO FLUMINENSE: “O GLOBO” ESQUECE MIRACEMA

Matéria de O Globo de hoje lista 41 municípios do estado do Rio, sendo quatro deles do Noroeste fluminense (Aperibé, Bom Jesus do Itabapoana, Laje do Muriaé e Porciúncula), onde prefeitos empregam parentes. É do conhecimento da população de Miracema que tal prática também é aplicada no município, todavia o levantamento do referido jornal deixou a cidade de fora.

Embora aprovada por unanimidade em agosto de 2008 pelos ministros do Supremo Tribunal Federal para vedar o nepotismo nos três Poderes, a 13ª Súmula Vinculante não foi suficiente para fazer com que prefeitos e vice-prefeitos do estado do Rio deixem de nomear familiares em cargos comissionados na administração pública.

Súmula Vinculante nº 13:

“A nomeação de cônjuge, companheiro ou parente em linha reta, colateral ou por afinidade, até o terceiro grau, inclusive, da autoridade nomeante ou de servidor da mesma pessoa jurídica, investido em cargo de direção, chefia ou assessoramento, para o exercício de cargo em comissão ou de confiança, ou, ainda, de função gratificada na Administração Pública direta e indireta, em qualquer dos Poderes da União, dos Estados, do Distrito Federal e dos municípios, compreendido o ajuste mediante designações recíprocas, viola a Constituição Federal.”

Baseanado-se na súmula, o Ministério Público Estadual entrou no Supremo Tribunal Federal (STF) com medidas — chamadas de reclamação — para pedir a saída dos parentes de prefeitos dos cargos em comissão e das funções gratificadas.

O STF tem analisado caso a caso as reclamações. Entre os resultados, já houve situações em que ministros bateram o martelo de forma diferente para contestações semelhantes. Em decisão recente, o ministro Joaquim Barbosa deferiu liminar do MP do Rio e mandou afastar Lenine Rodrigues Lima da Secretaria de Educação de Queimados, na Baixada Fluminense. O ex-secretário é irmão do prefeito Max Rodrigues Lemos (PMDB). Já o ministro Carlos Ayres Britto manteve, em decisão de abril deste ano, Amine Elmor Oliveira no cargo de secretária de Educação, Esporte e Lazer de Paty do Alferes, no Centro-Sul do estado. Ela é irmã do prefeito Rachid Elmor (PDT).

Para o cientista político e professor da UFRJ Paulo Baía, as decisões diferenciadas, que vão de encontro à súmula, dificultam a aplicação da Lei do Nepotismo. Segundo ele, a tradição de contratar parentes também prejudica o cumprimento da regra:

— Herdamos o nepotismo, é uma tradição ibérica. Aliás, não só os portugueses, mas também os espanhóis e italianos influenciaram nossa cultura do nepotismo. É mais uma lei que não pegou. Ainda temos políticos com mandatos que se acham donos dos governos. Ou seja, fazem o que querem.

Já para o economista e professor da Universidade Federal da Fronteira do Sul (UFFS), em Santa Catarina, Herton Castiglioni Lopes, pesquisador do tema, a nomeação de parentes pode até ser aceita, desde que eles não coloquem à frente do trabalho os interesses pessoais de quem os nomeou, ignorando funções dos cargos públicos.

Com informações do Globo de hoje.

domingo, 13 de maio de 2012

Dia das Mães: brasileiras têm menos filhos e adiam gravidez por profissão


Da década de 60 até o início deste século, houve uma mudança significativa no perfil das mães brasileiras. A mulher está deixando a maternidade para mais tarde e optando por ter uma família bem menor do que tiveram suas mães e avós. Dados do Censo 2010 do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) mostram que a taxa de fecundidade no Brasil cai a cada ano: na década de 60 era superior a seis filhos por mulher e em 2010 chegou a 1,9 filho por mulher.

Vários fatores explicam essa mudança no perfil das mães no Brasil, aponta a demógrafa e professora da Universidade de Brasília (UnB) Ana Nogales. “Os principais são o aumento da escolarização das mulheres, a urbanização e a participação feminina mais forte no mercado de trabalho”, indica a pesquisadora. A demógrafa acredita que, além dos fatores ligados à evolução do papel da mulher na sociedade, há uma influência cultural que fez mudar o padrão reprodutivo. “Na década de 80 e 90, falou-se muito em um padrão de família ideal. A mídia e as telenovelas brasileiras sempre apresentavam famílias menores e como esse modelo trazia vantagens para os filhos”, diz.

Atualmente, a taxa de fecundidade brasileira se assemelha à de países europeus como a Dinamarca, Suíça e Noruega e é inferior à dos Estados Unidos. “A redução no Brasil foi muito acelerada e sem uma política governamental para controle da natalidade, como ocorreu no México ou na China. Os países desenvolvidos não tiveram esse processo tão rápido como vemos aqui, em que a mudança ocorre de uma geração para outra”, aponta Ana.

O modelo de família com poucos filhos, entretanto, ainda não é padrão em todas as regiões do país. Enquanto a média nacional em 2010 foi 1,9 filho por mulher, no Norte ficou em 2,47 – superior à taxa de fecundidade que o país registrou dez anos antes. O menor índice foi registrado no Sudeste: 1,7 filho por mulher, inferior à média de países como a Bélgica, o Reino Unido e a Finlândia. Ainda assim, foi no Norte e no Nordeste que se contatou as maiores reduções na taxa de fecundidade entre 2000 e 2010 (21,8% e 23,4%, respectivamente).

O Censo 2010 também destaca uma mudança, ainda que menos acelerada, no chamado padrão etário da fecundidade. Até o ano 2000, a tendência era um “rejuvenescimento” no perfil das mães, com maior concentração de gestações entre as jovens de 15 a 24 anos. Mas, na última década, segundo o IBGE, observou-se uma reversão desse movimento. Em 2000, os grupos das mulheres mais jovens, de 15 a 19 anos e de 20 a 24 anos, concentravam 18,8% e 29,3% da fecundidade total, respectivamente. Esses patamares passaram para 17% e 27% em 2010. Ao mesmo tempo, no grupo de mulheres com mais de 30 anos, a participação na fecundidade total da população subiu de 15,85% para 18% entre 2000 e 2010.

“Na última década temos visto que a mulher está prorrogando o momento de iniciar a vida reprodutiva. Além da entrada no mercado de trabalho e da maior escolarização, nós tivemos mudanças nas relações. As mulheres estão mais independentes e quando você tem filhos isso traz mais responsabilidades com relação ao seu lar, a sua família”, explica Ana Nogales.

A Agência Brasil entrevistou mães de diferentes perfis – desde jovens que pretendem ter apenas um ou dois filhos a mulheres que adiaram os planos de engravidar para se dedicar à vida profissional. Elas falam sobre os desafios da maternidade e a experiência de ser mãe. (continue lendo aqui)

Fonte: Agência Brasil (repórter Amanda Cieglinski)

quinta-feira, 10 de maio de 2012

DEFESA CIVIL INAUGURA REGIONAL NO NOROESTE FLUMINENSE

Na quarta-feira passada (9) foi inaugurada em Itaperuna a Coordenadoria Regional da Defesa Civil do Noroeste do Estado do Rio de Janeiro.

A inauguração foi feita pelo secretário de Defesa Civil e Corpo de Bombeiros do Rio de Janeiro, Coronel Sérgio Simões, em solenidade onde estiveram presentes prefeitos e secretários municipais de Defesa Civil, bem como militares do Corpo de Bombeiros das regiões Norte/Noroeste fluminense.

A nova Coordenadoria Regional será comandada pelo Tenente Coronel Douglas Paulich Junior, que já trabalhou no comando do 21º GBM em Itaperuna e foi presidente do Conselho dos Gestores Municipais da Defesa Civil das Regiões Norte/Noroeste fluminense. O Tenente Coronel Douglas acumula experiência na região em questões de desastres naturais e constantes cheias dos rios Muriaé, Carangola, Pomba e Paraíba do Sul.

Na ocasião, o secretário Coronel Sérgio Simões foi homenageado pela Câmara de Vereadores de Itaperuna com o título de Cidadão Itaperunense e também foi condecorado pelo prefeito Fernando da Silva Fernandes, o Paulada, com uma placa de agradecimento pelos serviços prestados a Itaperuna. Os prefeitos do Noroeste também homenagearam o Comandante Geral do Corpo de Bombeiros por sua ação na região.

“Eu tenho que agradecer muito ao prefeito de Itaperuna, Fernando Paulada, por sua colaboração com a Defesa Civil do Estado, pois esta Regional, com toda esta infraestrutura, é a melhor do Estado do Rio de Janeiro e isso devemos a ação e a seriedade com que tratou Itaperuna para atender aos anseios desta corporação”, disse Sérgio Simões em seu discurso.

Com informações da Rádio Itaperuna AM 1410.

quarta-feira, 9 de maio de 2012

Noroeste fluminense recebe projeto "Quintais sem fronteiras", para mulheres rurais


A Emater-Rio, empresa de extensão rural vinculada à secretaria estadual de Agricultura, venceu chamada pública do Ministério do Desenvolvimento Agrário (MDA) em apoio a produtoras rurais agroecológicas. O projeto selecionado foi o “Quintais sem fronteiras”, que beneficiará mulheres, preferencialmente organizadas em grupos produtivos, através de assistência técnica e atividades produtivas individuais e coletivas. Com foco em gênero e segurança alimentar, a iniciativa será implantada no Noroeste fluminense, região com o menor índice de desenvolvimento do Estado do Rio de Janeiro e integrante do programa Territórios da Cidadania.

Para operacionalizar a implantação do projeto, a Emater-Rio realizou em Itaperuna, na última semana, treinamento dos extensionistas rurais da Região Noroeste. A capacitação teve como objetivo ensinar a nova metodologia de trabalho do projeto, bem como promover o nivelamento de conhecimentos entre os técnicos.

O “Quintais sem fronteiras” é uma parceria entre o MDA, a Emater-Rio e o programa Rio Rural, da secretaria estadual de Agricultura. Com foco na organização produtiva e na promoção da cidadania, o projeto visa dar visibilidade ao trabalho da mulher agricultora na produção de alimentos, a partir dos seus quintais. A meta é fortalecer a ação feminina no espaço produtivo, incentivar a produção de hortaliças, plantas medicinais e criação de pequenos animais com base na agroecologia, e dar autonomia no planejamento da produção e venda dos produtos.

O Rio Rural já trabalha grupos produtivos nas microbacias do Noroeste, incentivando o associativismo e fomentando atividades que possam dar autonomia financeira às comunidades, como o artesanato e o beneficiamento de produtos agrícolas. O "Quintais sem Fronteiras" quer sensibilizar e estimular a organização produtiva das agricultoras, agregando novas atividades aos projetos já desenvolvidos pelo programa. Com a parceria, as ações serão ampliadas e espera-se que novos grupos sejam formados.

As ações do "Quintais sem Fronteiras" pretendem reconstruir as relações de gênero, oportunizando a participação de mulheres rurais nos espaços sociopolíticos, como feiras e organizações. A estratégia é aumentar o acesso das agricultoras à informação, bens materiais e oportunidades de capacitação, fortalecendo as práticas agroecológicas. Na execução do projeto estão previstos cursos de aperfeiçoamento em agroecologia, segurança alimentar e nutrição, manejo, beneficiamento e comercialização. Os técnicos farão diagnósticos e promoverão o acesso a programas institucionais de apoio, como o Programa de Aquisição de Alimentos (PAA), Programa Nacional de Alimentação Escolar (PNAE), Pronaf Mulher e Pronaf Infraestrutura.

Fonte: Imprensa RJ

terça-feira, 8 de maio de 2012


TÍTULO DE ELEITOR: PRAZO PARA MUDANÇAS TERMINA AMANHÃ

O prazo estipulado para solicitar a mudança do local de votação, regularização da situação eleitoral e emissão de título de eleitor termina amanhã, 9, conforme já noticiado em outra postagem (aqui).

Evolução do eleitorado no Noroeste fluminense

De outubro de 2008 a março de 2012, o eleitorado do Noroeste aumentou 3%. Aperibé e Italva apresentaram a maior evolução na região (10%), seguido por Natividade (9%) e São José de Ubá (7%). Em Miracema o aumento foi pouco menos de 1%.

Proporcionalmente à população (Censo IBGE 2010), os municípios que tem mais eleitores: São José de Ubá (94%), Laje do Muriaé (91%), Aperibé (82%), Miracema (81%) e Itaocara (80%).

Vamos aguardar a divulgação pelo TSE da estatística até o dia de amanhã.

domingo, 6 de maio de 2012


PASSARADA DE DIAS ATRÁS EM MIRACEMA

1.Araçari-de-bico-branco
2. Maracanã-verdadeiro

3. Pica-pau-anão-barrado
 
4. Vira-bosta-picumã. É bando deste pássaro que toda tarde pousa nas árvores da cidade e segue para seu dormitório
 5. Alma-de-gato
 
 6. Savacu. É um jovem.
 
7. Biguatinga

8. João-bobo

9. Noivinha-branca

10. Sabiá-barranco
11. Carrapateiro. Um jovem  e outro adulto






sábado, 5 de maio de 2012


O prazo para a regularização de pendências na Justiça Eleitoral vai até a próxima quarta-feira (9)

O prazo também é válido para os eleitores que querem alterar o local de votação e para os deficientes e idosos que desejam se transferir para uma seção especial, com melhor acesso. Para fazer qualquer procedimento relativo ao título, basta procurar o cartório eleitoral mais próximo, e não necessariamente o cartório onde o título foi emitido.

A Justiça Eleitoral oferece um serviço de pré-atendimento na página Título Net, por meio da opção Eleitor - Pré-Atendimento Eleitoral. Com os dados preenchidos, basta comparecer ao cartório mais próximo levando os documentos necessários para receber o título.

Cidadãos interessados em tirar o título pela primeira vez devem apresentar carteira de identidade, certificado de quitação com o serviço militar (no caso de homem maior de 18 anos) e comprovante de residência. Carteira de habilitação e passaporte não serão aceitos como documento de identificação. Quanto à transferência, basta levar o documento de identidade com foto e o comprovante do novo endereço.

Mais informações podem ser obtidas nos sites dos tribunais locais ou pelos telefones de atendimento ao eleitor.

Com informações da Agência Brasil.

Pesquisa do Ibope diz que brasileiros estão mais preocupados com o meio ambiente


Os brasileiros estão mais preocupados com o meio ambiente, segundo pesquisa realizada pelo Instituto Brasileiro de Opinião Pública e Estatística (Ibope), a pedido da Confederação Nacional da Indústria (CNI). Segundo os pesquisadores, que ouviram mais de 2 mil entrevistados com 16 anos ou mais, o índice de pessoas preocupadas com o assunto passou de 80%, em 2010, para 94%, em 2011.

Para mais da metade dos entrevistados, o problema mais grave é o desmatamento, seguido pela poluição das águas e pelas mudanças climáticas.

“Cinquenta e três por cento dos entrevistados defendem que o desmatamento da Amazônia seja a prioridade do Brasil entre as questões relativas ao meio ambiente”, diz o levantamento.

O documento ainda mostra que não há consenso da população sobre o maior responsável pela poluição ambiental. Quando questionados sobre a responsabilidade pelo aquecimento global, 38% dos entrevistados elegeram a indústria; mais de 20% apontaram o cidadão como o grande vilão ambiental; e, para 18% dos entrevistados, os governos tiveram a maior parcela de responsabilidade.

Ainda de acordo com a pesquisa, “a população não percebe grandes alterações, nos últimos anos, nas ações das empresas, do governo e da população em geral em prol da preservação ambiental”. Apesar disso, 71% dos entrevistados disseram evitar o desperdício de água e quase 60% garantem economizar energia.

A maioria dos brasileiros também disse estar disposta a pagar mais caro por produtos ambientalmente corretos, mas “apenas 18% efetivamente modificam seu consumo em prol do meio ambiente”.

Fonte: Agência Brasil (repórter Carolina Gonçalves)

sexta-feira, 4 de maio de 2012

Minc defende gestão municipal em prol do desenvolvimento sustentável


Durante o 3° Congresso Fluminense de Municípios, promovido nesta sexta-feira (04/05) no Centro de Convenções SulAmérica, no centro do Rio, o secretário do Ambiente, Carlos Minc, defendeu o incentivo às gestões municipais como estratégia para trazer os prefeitos para a construção de um estado sustentável.

Entre os projetos listados, está o Guia de Compras e Construções Sustentáveis, instituído por portaria que incluiu nos editais de licitação de compras da Secretaria do Ambiente e do Inea critérios de economia de água e energia, aproveitamento de resíduos e durabilidade dos insumos.

Realizado pela Associação Estadual de Municípios do Rio de Janeiro (Aemerj), o congresso tratou de temas como turismo, mobilidade, saúde, educação e meio Ambiente. Minc elogiou a iniciativa e destacou a importância do trabalho feito pelas prefeituras para uma gestão pública socioambientalmente harmonizada.

- Temos que estimular as prefeituras. Por isso, descentralizamos o licenciamento e criamos o ICMS Verde. Agora, ganha mais o prefeito que dá tratamento adequado ao seu lixo, que amplia área verde e protege suas lagoas e rios. Até o fim de 2012, 90% do lixo estará sendo encaminhado para aterros sanitários. Nossa meta até 2014 é lixão zero - disse Minc.

Minc falou ainda sobre a municipalização de ações de economia verde. Segundo ele, a economia verde não é o “monstro da economia liberal”. São apenas mecanismos financeiros, creditícios, contabilísticos que empurram a economia para o lado da sustentabilidade, incentivando a tecnologia limpa, o ecoturismo e a construção de aterros sanitário, entre outros temas.

Participaram da mesa de debate com o secretário Carlos Minc a subsecretária de Economia Verde da SEA, Suzana Kahn, e a secretária Municipal de Fazenda da Cidade do Rio de Janeiro, Eduarda La Rocque.
Fonte: Imprensa RJ

quinta-feira, 3 de maio de 2012


3º Congresso Fluminense de Municípios

Pezão anuncia investimentos em Laje do Muriaé, Cardoso Moreira, Italva e Santo Antônio de Pádua e R$ 1,2 bilhão para recuperação de estradas do interior

O vice-governador, Luiz Fernando Pezão, representando o governador Sérgio Cabral, participou nesta quinta-feira (3/5) da abertura do 3° Congresso Fluminense de Municípios. O tema debatido na edição deste ano é sobre sustentabilidade municipal. A cerimônia aconteceu no Centro de Convenções Sul-América, no Centro do Rio.

Durante seu discurso, Pezão ressaltou a importância da troca de experiências entre os prefeitos e da possibilidade de copiar modelos de gestão ou de projetos que deram certo.

- Estas experiências, esta troca de prefeitos, de gestores e de técnicos, em um ambiente como esse, é onde a gente aprende. Não adianta querer inventar coisas novas, você copiar o que dá certo é o melhor. Então, aqui, é o ambiente propício para isso. Aqui é o melhor fórum para quem quer aprende - disse o vice-governador.

O evento é realizado pela Associação Estadual de Municípios do Rio de Janeiro (Aemerj) e continua no dia 4/5 (sexta-feira). O acontecimento tem como principal foco as políticas públicas pertinentes aos grandes eventos que acontecerão no Rio de Janeiro até 2016, tais como: Rio +20, Jornada Mundial da Juventude Católica, Copa das Confederações, Copa do Mundo e Olimpíadas.

- A experiência acumulada nestes congressos tem evidenciado o amadurecimento dos gestores públicos municipais do Rio, seja pela expressiva participação, pela qualidade de discussão técnica, pela rede de contato e articulações promovidas ao longo desta trajetória, seja com a iniciativa pública ou privada - disse o presidente da Aemerj, Vicente Guedes.     

Segundo Pezão, o Governo do Estado investirá recursos em programas de prevenção de barragens, reflorestamento e irrigação de canais nos municípios de Laje do Muriaé, Cardoso Moreira, Italva e Santo Antônio de Pádua. De acordo com ele, o Departamento de Estradas e Rodagens (DER), investirá R$ 1,5 bilhão na recuperação de estradas, sendo 80% do valor destino ao interior.

Para o prefeito de Três Rios, Vinícius Farah, este encontro consolida a troca de experiências e práticas de sucesso realizadas em muitos municípios.

- Eu tenho tido uma experiência muito produtiva em Três Rios em relação a isto. Quem ganha com esta iniciativa é o cidadão fluminense. Por conta desta troca de experiência, eles enxergam um futuro cada vez melhor nas suas cidades – finalizou.
Fonte: Imprensa RJ


Artesanato de Porciúncula e Natividade no 3º Congresso Fluminense de Municípios
 

Peças de artesanato de diferentes técnicas e de diversas regiões estão à venda no 3º Congresso Fluminense de Municípios, aberto nesta quinta-feira (3/5) no Centro de Convenções SulAmérica, na Cidade Nova. Os trabalhos estão no estande do programa RIOSOLIDARIO em parceria com a Secretaria de Desenvolvimento Econômico, Energia, Indústria e Serviços, que coordena o Programa de Artesanato do Estado do Rio de Janeiro.

Cestarias, bordados, objetos de barro e trabalhos com pintura em tecidos são algumas das peças. Os trabalhos são de Natividade, Porciúncula, Angra, Piraí, Paraíba do Sul, Rio, Petrópolis, Teresópolis, Araruama e Santa Maria Madalena, entre outros municípios. O estande tem 50 metros quadrados.

- Nos últimos anos, o artesanato tem se configurado como gerador de renda para centenas de famílias do Estado do Rio de Janeiro. A qualidade dos produtos do artesanato fluminense vem melhorando ano a ano. É um bom momento para o carioca, o fluminense, adquirir um belo produto do estado do Rio de Janeiro - afirmou a subsecretária estadual de Comércio e Serviços, Dulce Ângela Procópio.

Com entrada grátis, o 3º Congresso Fluminense de Municípios termina nesta sexta-feira (4/5) e é promovido pela Associação Estadual de Municípios do Rio de Janeiro.

Fonte: Imprensa RJ

3 DE MAIO DE 1936

No início de 1936, o Almirante Protógenes de Guimarães foi conduzido ao cargo de governador do estado do Rio de Janeiro, após as tumultuadas eleições realizadas em setembro e repetidas em novembro de 1935. Newton Cavalcanti foi nomeado interventor federal no estado do Rio de Janeiro neste mês, logo após a saída de Ary Parreiras, para garantir o pleito e a posse de Protógenes de Guimarães.

Em 10 de abril de 1936, Ventura Lopez, então presidente do Partido Separatista, recebeu telegrama do Palácio do Ingá, solicitando sua presença para combinar a nomeação de autoridades para o novo município. Alguns dias após, o líder da causa separatista Ventura Lopez foi recebido pelo governador do estado, Almirante Protógenes Guimarães, no Palácio do Ingá, para tratar da instalação e nomeação de autoridades do novo município.

O governador Protógenes Guimarães assumiu o compromisso de interferir junto às lideranças de seu governo na Assembléia Legislativa para, o mais rápido possível, definirem a data de instalação do novo município, e, que, inclusive, iria pessoalmente efetuar tal instalação.

Em 12 de abril de 1936, foi promulgada a Lei nº 9, que designou o dia 3 de maio de 1936 para a instalação do município.

Em 28 de abril de 1936, foi nomeado o Dr. Mário Pinheiro Motta para prefeito de Miracema.

Em 3 de maio de 1936, chegou à Miracema o governador do estado, Almirante Protógenes Guimarães, acompanhado do presidente da ALERJ, Dr. Arnaldo Tavares, e de outras autoridades estaduais, para instalar o município de Miracema.

Trecho extraído da postagem A CEMA DE MIRA. Tal trecho é de autoria do Sr. Jofre Geraldo Salim.

PARABÉNS MIRACEMA, PELOS 77 ANOS DE EMANCIPAÇÃO!

terça-feira, 1 de maio de 2012


PT LANÇA PRÉ-CANDIDATO PARA PREFEITO DE MIRACEMA

 Foto - Facebook

Segundo o jornal “Informativo PT – Miracema/RJ – Abril/2012 – Número 002”, que circulou hoje em Miracema, o empresário Orlando Siqueira é pré-candidato à prefeitura de Miracema, pelo PT, no pleito de 2012.

Orlando Siqueira é miracemense (filho do saudoso José Pereira Júnior, mais conhecido como Zé Espalha Brasa) e tem apoio do Dr. Gutemberg Damasceno.

Ainda segundo o citado Informativo PT, o partido tem 35 pré-candidatos majoritários no estado.