sexta-feira, 30 de setembro de 2016

Noroeste Fluminense abre 147 postos de trabalho com carteira assinada em agosto

Em agosto, 147 postos de trabalho com carteira assinada foram abertos na região (+103 na microrregião Itaperuna e +44 na microrregião Santo Antônio de Pádua), o que vem a ser o resultado da diferença entre 1.165 admissões e 1.018 demissões, conforme os registros feitos pelos empregadores no Caged (Cadastro Geral de Empregados e Desempregados, do Ministério do Trabalho). Neste mesmo mês de 2015, foram fechados 15 postos de trabalho na região.

De acordo com a Tabela I, em Itaperuna foram abertas 137 novas vagas, em seguida 29 em Itaocara, 27 em Santo Antônio de Pádua e 20 em Italva. Nos demais municípios da região o saldo entre admissão e demissão variou entre 3 postos de trabalho gerados em Aperibé e 30 fechamentos de vagas em Bom Jesus do Itabapoana. 

Conforme a Tabela II, o setor serviços foi responsável por 98 novos postos de trabalho (+77 na microrregião Itaperuna e +21 na microrregião Santo Antônio de Pádua). Em seguida indústria de transformação, com 34 novas vagas abertas (-8 na microrregião Itaperuna e +42 na microrregião Santo Antônio de Pádua), e agropecuária, com 32 novos postos de trabalho criados (+15 na microrregião Itaperuna e +17 na microrregião Santo Antônio de Pádua). Nos demais setores de atividade econômica o saldo de empregos variaram entre 5 e -17, tendo construção civil -17 (+11 na microrregião Itaperuna e -28 na microrregião Santo Antônio de Pádua) e extração mineral -8 (-5 na microrregião Itaperuna e -3 na microrregião Santo Antônio de Pádua). 

No acumulado do ano até agosto, o saldo entre admissões e demissões na região registra - 52 postos de trabalho com carteira assinada (-309 na microrregião Itaperuna e +257 na microrregião Santo Antônio de Pádua), o que vem a ser o resultado da diferença entre 8.626 admissões e 8.678 demissões. De janeiro a agosto do ano anterior, o número de postos de trabalho fechados foi mais elevado (434). 

Itaocara lidera com 520 vagas de trabalho abertas. Em seguida Italva, com 40, e Natividade, com 17. Nos demais municípios as perdas de vagas de trabalho variaram entre -4 e -214, tendo nos três maiores municípios da região (Itaperuna, Santo Antônio de Pádua e Bom Jesus do Itabapoana) os números mais representativos, respectivamente, -116, -85 e -214. 

Administração pública foi o setor que mais abriu vagas de trabalho: 507 (todas abertas em Itaocara). Em seguida serviços, com 226 postos de trabalho abertos (+158 na microrregião Itaperuna e +68 na microrregião Santo Antônio de Pádua); agropecuária, com 57 (+45 na microrregião Itaperuna e +12 na microrregião Santo Antônio de Pádua); e serviços de utilidade pública, com 14 (+1 na microrregião Itaperuna e +13 na microrregião Santo Antônio de Pádua). Nos demais setores os números variaram entre -7 e -497, tendo se destacado comércio, com -497 (-356 na microrregião Itaperuna e -141 na microrregião Santo Antônio de Pádua);  indústria de transformação, com -207 (-74 na microrregião Itaperuna e -133 na microrregião Santo Antônio de Pádua); e construção civil, com -145 (-86 na microrregião Itaperuna e -59 na microrregião Santo Antônio de Pádua). 

Municípios compreendidos nas microrregiões do Noroeste Fluminense: Itaperuna – Bom Jesus do Itabapoana, Italva, Itaperuna, Laje do Muriaé, Natividade, Porciúncula e Varre-Sai; e Santo Antônio de Pádua – Aperibé, Cambuci, Itaocara, Miracema, Santo Antônio de Pádua e São José de Ubá. 

quinta-feira, 29 de setembro de 2016

Situação dos candidatos a vereador em Miracema - TSE versão 29/09/2016 07:41

O número de candidatos indeferidos com recurso cai para 27. Candidatos indeferidos são 6 e deferidos 112. Um candidato está pendente de julgamento e 2 renunciaram.



Eleições 2016: candidato para ser diplomado precisa estar com registro aprovado

Os candidatos das Eleições Municipais 2016 que concorrerem neste domingo (2) com o registro indeferido e que tenham ingressado com recurso não terão seus votos computados, salvo se houver decisão final pelo deferimento de seus registros. Isso significa que, mesmo que tenham recebido votação suficiente para serem eleitos, somente terão seus votos contabilizados e poderão ser diplomados se tiverem seus registros aprovados pela Justiça Eleitoral.

Conforme jurisprudência consolidada do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), não se computam para a legenda os votos dados aos candidatos com os registros indeferidos à data da eleição, ainda que a decisão no processo de registro só transite em julgado após o pleito. Apesar de não serem contabilizados, os votos dos candidatos nessa situação ficarão armazenados separadamente e poderão ser consultados por eleitores e demais interessados.

Se após o pleito o juízo eleitoral proferir decisão pelo deferimento dos registros desses candidatos, os votos recebidos por eles passarão a ser computados. Dessa forma, na hipótese de o concorrente ter obtido votação suficiente para ser eleito, ele deverá ser diplomado pela Justiça Eleitoral. A diplomação dos candidatos eleitos deverá ocorrer até o dia 19 de dezembro.

Caso a decisão seja pelo indeferimento do registro, os votos recebidos serão anulados pela Justiça Eleitoral, em conformidade com o parágrafo 3º do artigo 175 do Código Eleitoral (Lei nº 4.737/1965). O dispositivo estabelece que: “Serão nulos, para todos os efeitos, os votos dados a candidatos inelegíveis ou não registrados”.

Votos nulos X votos anulados

Os votos anulados pela Justiça Eleitoral em consequência de decisão final pelo indeferimento de registro de candidatura podem acarretar novas eleições na seguinte situação: se a nulidade atingir a mais de metade dos votos do país nas eleições presidenciais, do estado nas eleições federais e estaduais ou do município nas eleições municipais. Nestes casos, deverão ser julgadas prejudicadas as demais votações e o respectivo tribunal marcará dia para nova eleição dentro do prazo de 20 a 40 dias.

A regra está prevista no artigo 224 do Código Eleitoral, que sofreu algumas mudanças com a Reforma Eleitoral de 2015 (Lei nº 13.165). Uma das alterações está prevista no parágrafo 3º do dispositivo, segundo o qual deverão ser realizadas novas eleições sempre que houver, independentemente do número de votos anulados e após o trânsito em julgado, “decisão da Justiça Eleitoral que importe o indeferimento do registro, a cassação do diploma ou a perda do mandato de candidato eleito em pleito majoritário”.

No caso de serem realizadas novas eleições, elas deverão ser: indiretas [escolha do representante pelo respectivo Poder Legislativo], se a vaga do cargo surgir a menos de seis meses do final do mandato; ou diretas, nos demais casos.

Já os votos nulos são consequência da digitação, pelo eleitor, de um número que não corresponda a nenhum dos candidatos registrados naquela eleição. Em resumo, são votos considerados não válidos, assim como os votos em branco, e, por isso, não são computados para nenhum candidato. Cabe ressaltar que apenas os votos válidos são contabilizados.

EM/LC
Gestor Responsável: Assessoria de Comunicação +

Site do TSE


Site do TSE fornece local de votação do eleitor

No site do TSE tem consulta que fornece o endereço do local de votação do eleitor, desde que seja fornecido o nome completo, data de nascimento e nome da mãe. A resposta da consulta mostra também o número do título do eleitor, zona e seção.  Clique aqui para acessar a página da referida consulta.

terça-feira, 27 de setembro de 2016

Espetáculo “Estamira – Beira do Mundo" no Teatro SESI Itaperuna, nesta quinta-feira

Foto: Luis Alberto Gonçalves
A montagem é uma adaptação do documentário do diretor Marcos Prado e revela a história de uma catadora de lixo do Jardim Gramacho, bairro da Baixada Fluminense, onde funcionou o maior lixão da América Latina. Com uma percepção surpreendente do mundo, Estamira é inspiração da peça e traz a atriz Dani Barros na pele da “Profetisa do Lixão”. 

O espetáculo é o segundo solo da atriz e resultado da parceria com a diretora Beatriz Sayad (ambas atuaram no projeto “Doutores da Alegria” e na peça teatral “Inventário – aquilo que seria esquecido se a gente não contasse”). “Estamira – Beira do Mundo” estreou no Rio de Janeiro em 2011 e, desde então, participou de festivais nacionais e internacionais de teatro e venceu diversos prêmios, entre eles: Questão de Crítica, Shell, APTR e APCA na categoria “Melhor Atriz” (Dani Barros). Foi ganhador também do Funarte Myriam Muniz (2011 e 2012) e do edital Fate 2012. Além disso, figurou na lista de melhores em diversos meios de comunicação, sendo eleita a peça do ano de 2012 pela Veja São Paulo.

Mais do que uma adaptação, a peça é também um depoimento pessoal e artístico, já que fala sobre os que se encontram à margem da sociedade, no meio do lixo, do descaso e que são tratados como restos na maior parte da vida. A voz de Estamira é uma resposta a essa negligência social: o lixão é a representação irônica e trágica da própria condição em que vive a sociedade. 

A apresentação da peça teatral em Itaperuna será no dia 29/09, às 20 h. O Teatro SESI Itaperuna está localizado à Av. Deputado José de Cerqueira Garcia, número 883, bairro Presidente Costa e Silva. Os ingressos já estão à venda nas bilheterias dos teatros, custam R$ 22. Pessoas com mais de 60 anos, estudantes, deficientes físicos e associados ao SESI pagam meia-entrada.

Com informações da Assessoria de Imprensa Regional Norte e Noroeste Fluminense, do Sistema Firjan

sexta-feira, 16 de setembro de 2016

Na região, Miracema e Pádua tiveram bem mais indeferimentos de candidaturas

Com 37% das candidaturas indeferidas pela Justiça Eleitoral, Miracema e Santo Antônio de Pádua ficaram bem acima da média da região (13%) e do Estado do RJ (9%). Nos demais municípios do Noroeste Fluminense os indeferimentos de candidaturas variaram entre 1% e 13%. Cinco municípios tiveram apenas 2%, ou menos, dos candidatos indeferidos.


quinta-feira, 15 de setembro de 2016

Eleições 2016: Resumo das composições políticas em Miracema

Nas eleições para vereador foram formadas 7 coligações: a) 3 apoiam os candidatos Clovinho/Gilson, com 64 candidaturas; b) 2 apoiam os candidatos Ivany/Gisvaldo, com 37 candidaturas; e c) 2 apoiam o candidato Juedyr/Leonardo, com 46 candidaturas.

O PV é o partido que mais tem candidatos a vereador (20), em seguida PMDB, com 19; PP, com 18; PSDC, com 14; PROS e PSD, com 9 cada um; PHS, com 8 (continua na tabela abaixo). Enquanto PRB e SD tem apenas um candidato.

São 147 candidatos a vereador, sendo que 89 já foram deferidos pela Justiça Eleitoral, 57 foram indeferidos, mas entraram com recurso e aguardam decisão de estância superior. Apenas um candidato está pendente de julgamento.

Na eleição para prefeito, a coligação que mais tem partidos políticos é A FORÇA DE NOSSA TERRA (Clovinho/Gilson), com 10 partidos. As outras duas coligações, EXPERIÊNCIA E COMPETÊNCIA (Ivany/Gisvaldo) e RUMO AO PROGRESSO (Juedyr/ Leonardo), tem 5 partidos cada uma.


quarta-feira, 14 de setembro de 2016

Situação dos candidatos a vereador em Miracema (TSE versão 13/09/2016 19:56)

Todos candidatos indeferidos (57) impetraram recurso. Um candidato renunciou e outro está pendente de julgamento. Foram deferidos 89 candidatos.

Relação dos candidatos indeferidos com recurso, renúncia e pendente de julgamento:

segunda-feira, 12 de setembro de 2016

Situação dos candidatos a vereador em Miracema - 11/09/2016 07:41

Das 147 candidaturas a vereador em Miracema, a Justiça Eleitoral deferiu 89 e indeferiu 54. Dois candidatos renunciaram e outros dois continuam aguardando julgamento. Quatro candidatos indeferidos entraram com recurso.


domingo, 11 de setembro de 2016

Ideb 2015: Ranking das 30 primeiras Escolas Públicas do Noroeste Fluminense

Na primeira tabela abaixo, foram relacionadas as 30 primeiras escolas da 4º série/5º ano entre as 46 que foram avaliadas no Ideb 2015. Na segunda tabela,  as 30 primeiras da 8ª série/9º ano entre as 67 que também foram avaliadas no Ideb 2015.

Os dados das tabelas abaixo foram obtidos no site do Inep: aqui
Link para a postagem Ideb 2015: Miracema é destaque no Noroeste Fluminense na 4ª Série/5º Ano e Italva e Santo Antônio de Pádua na 8ª Série/9º Ano



sábado, 10 de setembro de 2016

Ideb 2015 das escolas de Miracema

O IDEB (Índice de Desenvolvimento da Educação Básica) avalia a qualidade do ensino do país com base em dados sobre aprovação e desempenho escolar obtidos por meio de avaliações do MEC. Desde a criação do indicador, foram estabelecidas metas que devem ser atingidas a cada dois anos por escolas, prefeituras e governos estaduais.

O desempenho das escolas dos anos iniciais do Ensino Fundamental (1º ao 5º) de Miracema colocou o município em primeiro lugar no ranking do Noroeste Fluminense pela segunda vez consecutiva (2013 e 2015). No estado do RJ, Miracema ficou em primeiro lugar em 2013 e em 4º em 2015.

A Escola Municipal Solange Coutinho Moreira, apesar de não ter atingido a meta, obteve a segunda maior pontuação no Ideb 2015 entre as 46 escolas dos anos iniciais do Ensino Fundamental (1º ao 5º) do Noroeste Fluminense, recuperando-se da pontuação que recebeu no último Ideb (2013), que foi aquém do padrão que vinha mantendo.

A EM Sônia do Amaral Torres elevou consideravelmente o índice, de 4,8 em 2013 para 6,2 em 2015, superando a meta em 0,6 pontos.

A EM Capitão João Bueno manteve praticamente o mesmo índice do último Ideb (2013), pontuando acima da meta em 0,11 pontos.

A EM Assad João melhorou o índice, de 3,4 em 2013 para 4,9 em 2015, mas continua aquém da meta, enquanto a EM Pedro Henrique Soares manteve o mesmo índice de 2013, abaixo da meta estabelecida.

Na 8ª série, o Colégio Estadual Deodato Linhares avançou em relação a 2013 e pela primeira vez ficou abaixo da meta, em apenas 0,1 ponto.

O CIEP Professor Álvaro Lontra recuou na comparação a 2013, distanciando-se da meta, enquanto o IE de Miracema e CE Dr. Ferreira da Luz mantiveram o mesmo índice de 2013, que ficaram abaixo das metas. O CE Manoel Rodrigues de Barros recuou em relação a 2013 e afastou-se da meta, que vinha atingindo desde 2009.


Link para as postagenas:
Ideb 2015: Ranking das escolas do Noroeste Fluminense; e 
Ideb 2015: Miracema é destaque no Noroeste Fluminense na 4ª Série/5º Ano e Italva e Santo Antônio de Pádua na 8ª Série/9º Ano.

Ideb 2015: Miracema é destaque no Noroeste Fluminense na 4ª Série/5º Ano e Italva e Santo Antônio de Pádua na 8ª Série/9º Ano

No estado do RJ, Miracema ficou em 4º lugar

O Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb) é um indicador de desempenho da educação brasileira divulgado a cada dois anos pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), autarquia do Ministério da Educação (MEC). O Ideb relaciona duas dimensões: o desempenho dos estudantes em avaliações de larga escala e a taxa aprovação. O desempenho é calculado a partir da Prova Brasil/Saeb, quando os estudantes do 5º e do 9º ano do Ensino Fundamental e da 3ª série do Ensino médio são avaliados em Leitura e Matemática. Os dados de aprovação são verificados a partir do Censo Escolar da educação Básico, realizado anualmente. O Ideb é calculado para escolas e para sistemas de ensino que monitoram o seu desempenho em relação a metas individuais pactuadas com o governo federal. O índice varia de 0 a 10: quanto maior for o desempenho dos alunos e o número de alunos promovidos, maior será o Ideb. 

4ª Série/5º Ano do Ensino Público 

No Noroeste Fluminense, Miracema obteve o maior índice (6.2), ultrapassando a meta em 0.3 pontos e avanço significativo em relação ao último Ideb (2013), de 5.3 para 6.2. Em seguida Santo Antônio de Pádua, com o índice 6.1, também ultrapassando a meta em 0.1 ponto. (continua na Tabela I) 

Apenas estes dois municípios e Bom Jesus do Itabapoana atingiram a meta 2015 na região. Aliás, Santo Antônio de Pádua e Bom Jesus do itabapoana sempre cumpriram a meta, desde quando foram estabelecidas.


8ª Série/9º Ano do Ensino Público 

Italva e Santo Antônio de Pádua obtiveram o maior índice da região (5.2). Em seguida Itaocara, com 5.0. (continua na Tabela II)

Apenas Aperibé atingiu a meta 2015 na região, aliás sempre cumpriu a meta, desde quando foram estabelecidas.


Obs.: o Inep ainda não divulgou o Ideb 2015 do Ensino Médio por município.