quinta-feira, 5 de março de 2015

Transferência provisória do PU para o prédio anexo do Hospital de Miracema

Prédio do PU de Miracema. Foto: Jornal Dois Estados

O Pronto Socorro de Miracema será transferido, provisoriamente, para o prédio anexo do Hospital de Miracema, ainda neste mês, segundo notícias da PMM. O atual prédio do PU, situado na Praça Getúlio Vargas, ao lado da rodoviária, entrará em obras de reforma e construção de 2º andar - para abrigar consultórios médicos e odontológicos, além da administração.

As obras estão orçadas em um milhão de reais. A verba é de emenda parlamentar do deputado federal Áureo (Partido Solidariedade).

Com informações da PMM

SENAI Rio abre 199 vagas em cursos de aperfeiçoamento e qualificação no Noroeste Fluminense

Oportunidades são distribuídas em Santo Antônio de Pádua,
Itaperuna e Bom Jesus do Itabapoana

Itaperuna, 4 de março de 2015

Na região Noroeste Fluminense, o Sistema FIRJAN está com inscrições abertas para 199 vagas em cursos de aperfeiçoamento e qualificação do SENAI Rio, voltados para os segmentos de eletricidade, logística, petróleo e segurança do trabalho. As aulas terão início entre os meses de março e abril.

Das oportunidades, 88 são para a unidade SENAI de Santo Antônio de Pádua, nos cursos de Pintor Industrial (40), Operação de Empilhadeiras (24) e Segurança na Operação de Empilhadeiras (24) Já para o SENAI de Itaperuna há 86 vagas disponíveis nos cursos de Pintor Industrial (50), Soldador Aço Carbono TIG 6g (12), NR 10 – Básico (12) e NR 10 – Atualização (12). O SENAI Rio oferta as outras 25 vagas no curso de Pintor Industrial, em Bom Jesus do Itabapoana.

Os interessados podem se inscrever, consultar valores e formas de pagamento diretamente nas unidades do SENAI. Em Itaperuna, está localizada à Avenida Zulamith Bittencourt, 190, Centro, e em Pádua à Avenida João Jasbick, 740, bairro Aeroporto. As inscrições para o curso de Pintor Industrial, em Bom Jesus do Itabapoana, devem ser feitas na unidade SENAI Itaperuna. Para mais informações, ligue 0800 0231 231.
Sistema Firjan - Assessoria de Imprensa Itaperuna

quarta-feira, 4 de março de 2015

Ararinhas-azuis nascidas na Alemanha chegam ao Brasil

Da Agência Brasil Edição: Armando Cardoso

Brasil recebe casal de ararinhas-azuis da Alemanha. Nascidas de uma
fêmea brasileira, que foi levada ao país europeu para reprodução, as
ararinhas foram batizadas de Carla e Tiago ACTP/Divulgação
Um casal de ararinhas-azuis, espécie considerada extinta na natureza, chegou hoje (3) de manhã ao Brasil. Nascidas na Alemanha, as ararinhas, batizadas de Carla e Tiago, são filhas de uma fêmea brasileira e devem ajudar a aumentar a população dos pássaros dessa espécie, no Brasil.

De acordo com o Ministério do Meio Ambiente, atualmente existem apenas 11 animais da espécie no país, todas vivendo em um criadouro no interior de São Paulo.

A iniciativa é uma parceria do governo brasileiro com a Agência Federal Alemã de Conservação da Natureza. A chegada das ararinhas ao país serviu para marcar o Dia Mundial da Vida Selvagem. Entre outros objetivos, a data promove a cooperação entre países para preservar espécies.

“Hoje é um dia emocionante para a conservação da biodiversidade do Brasil. É um dia ímpar dos esforços técnico-científicos. Viabilizamos o retorno da espécie símbolo do Brasil. Que, no futuro, ela possa ser colocada na natureza”, acrescentou a ministra do Meio Ambiente, Izabella Teixeira.

Os animais desembarcaram no Aeroporto de Guarulhos, em São Paulo. Em seguida, foram levados para um quaternário oficial do Ministério da Agricultura, onde permaneceram em observação por 15 dias. O próximo destino do casal será um criadouro científico da fauna silvestre para fins de conservação, no interior paulista.

“Nós temos fêmeas precisando de machos. Levamos para a Alemanha, fizemos todo o trabalho de reprodução e agora estamos trazendo Tiago e Carla de volta ao Brasil”, explicou a ministra.

Segundo ela, o objetivo é devolvê-los à natureza assim que o país atingir 150 animais da espécie. “A meta é, até 2020, estarmos testando e viabilizando a reinserção dessas espécies na natureza”, ressaltou Izabella Teixeira.

O habitat natural da ararinha-azul é a Caatinga, na área do município de Curuçá, no norte da Bahia. As aves só começam a se reproduzir após quatro anos de vida, quando entram na fase adulta. Somente cinco animais nascem a cada 12 meses.

Conforme a ministra, desde 2000 a espécie não é mais encontrada na natureza. Em razão disso, há uma cooperação entre o Brasil, o Catar e a Alemanha para viabilizar a reprodução dos animais em cativeiro.

segunda-feira, 2 de março de 2015

Show da cantora Ana Cañas e espetáculo “Rosa”, interpretado pela atriz Debora Olivieri

Homenagem ao Dia da Mulher abre temporada de 2015 do Teatro SESI Itaperuna

Ana Cañas leva ao palco
canções de seu primeiro DVD,
Coração Inevitável. 
Foto: Rafael Cañas
O Sistema FIRJAN retoma, este mês, a programação do SESI Cultural em todo o estado do Rio de Janeiro com atrações em homenagem ao Dia Internacional da Mulher. 

No Teatro SESI Itaperuna, quem abre a temporada é a cantora e compositora Ana Cañas, que sobe ao palco no dia 14, às 20h. Os ingressos já estão à venda e custam R$ 30.

No repertório, a artista traz canções de seu primeiro DVD, “Coração Inevitável”, lançado em 2013 e dirigido por Ney Matogrosso. Ana Cañas, que já soma mais de dez anos de carreira, apresenta músicas de sua autoria, além de versões arrebatadoras de clássicos como “Codinome Beija-Flor”, de Cazuza, “Retrato em branco e preto”, de Chico Buarque, e “Rock and Roll”, de Led Zeppelin.

Espetáculo Rosa é interpretado
pela atriz Debora Olivieri.
Foto: Dalton Valerio
A programação continua no dia 21, às 20h, com o espetáculo “Rosa”. As entradas são vendidas a R$ 20. Sucesso absoluto de crítica e público, o monólogo conta a emocionante história de Rosa, uma judia de aproximadamente 80 anos, e suas experiências marcantes, entre elas a invasão da Polônia pelos nazistas e sua passagem por Jerusalém. A interpretação fica por conta de Debora Olivieri, que já atuou em diversas produções de TV e cinema. Atualmente, compõe o elenco da novela “Alto Astral”, da Rede Globo.

Os ingressos antecipados para as duas atrações podem ser adquiridos no atendimento do SESI Itaperuna, que funciona de segunda a sexta-feira, das 8h às 20h. Associados ao SESI, estudantes, terceira idade, portadores de necessidades especiais e jovens de até 21 anos pagam meia-entrada. Para mais informações, ligue (22) 3811-9219 ou (22) 3811-9246.


Com informações do Sistema Firjan  - Assessoria de Imprensa Itaperuna

Bandas de Música de Laje do Muriaé e Miracema participam da quinta edição do projeto Banda Larga

Sede da Sociedade Musical Sete de Setembro (foto: Mapa de Cultura do RJ)
As Bandas de Música Sociedade Musical Lira da Esperança (Laje do Muriaé) e Sociedade Musical Sete de Setembro (Miracema), participam, de 3 a 8 de março, da quinta edição do projeto Banda Larga - programa da Secretaria estadual de Cultura criado em 2009 para a atualização das Bandas de Música do estado.

Nesta edição, as atividades serão concentradas no Rio de Janeiro. Os 150 músicos das bandas inscritas participarão de oficinas na Escola de Música Villa-Lobos e da Maratona de Bandas no Teatro João Caetano.

"A importância do projeto e sua continuidade reside numa melhora qualitativa, a médio e longo prazos, das Bandas de Música existentes, algumas delas centenárias, e na possibilidade de poder contribuir para a formação de novos músicos e de novas Bandas", afirma a Secretária de Estado de Cultura, Eva Doris Rosental.

Os cursos oferecidos serão de regência, capacitação musical em instrumentos de metais, madeiras e percussão, e manutenção e reparo de instrumentos de sopro, buscando orientar o músico como higienizar e consertar seu instrumento, promovendo maior durabilidade do mesmo. Essas oficinas acontecem de 3 a 7 de março das 10h às 13h na Escola de Música Villa Lobos. Já o curso de manutenção e reparo de instrumentos de sopro será realizado na oficina particular do professor, maestro José Vieira, localizada no bairro de Maria da Graça.  

O diretor artístico e regente titular da Banda Filarmônica do Rio de Janeiro, Antonio Henrique Seixas, está à frente da oficina de regência. Os demais cursos de capacitação ficarão a cargo dos músicos Oscar Bolão, baterista e percussionista especializado em gêneros brasileiros e autor do livro Batuque É Um Privilégio; José Rua, flautista, clarinetista e professor da Escola de Música da UFRJ; e Eduardo Guimarães, instrumentista, professor de trombone e tuba, e músico da Banda dos Fuzileiros Navais.

Além de compartilharem conhecimento, os professores dessas oficinas serão jurados na escolha da banda campeã na Maratona de Bandas, juntamente com o coordenador pedagógico Carlos Belém, que faz parte do projeto desde sua primeira edição. Os cursos oferecerão material didático e estarão disponíveis gratuitamente a todos os músicos até que seja atingida a capacidade máxima de 30 alunos por aula.

A programação culmina com a Maratona de Bandas, cuja etapa eliminatória começa no dia 7 de março, no Teatro João Caetano, a partir das 11h, com entrada franca para o público. As bandas inscritas foram divididas em categorias de pequeno, médio e grande portes. Cada uma deverá apresentar três músicas no processo eliminatório: uma de livre escolha, um dobrado e um tema obrigatório. As obras de confronto escolhidas pelo projeto são "Fibra de Herói", para as bandas de pequeno e médio porte, e "Quatro Coisas", para as bandas de grande porte, ambas de César Guerra-Peixe. A final da Maratona será disputada entre quatro finalistas de cada categoria, no último dia de evento, 8 de março, a partir das 11h. Cada um dos primeiros colocados receberá um prêmio de R$8 mil, enquanto os demais finalistas receberão R$1 mil, cada, pela participação, somando assim R$22 mil em prêmios.

Com informações do Jornal do Brasil

sábado, 28 de fevereiro de 2015

Perdas de postos com carteira assinada no Noroeste em Janeiro deste ano foi menor

Em janeiro deste ano, o Noroeste Fluminense registrou menor perda de vagas do que no primeiro mês do ano anterior (145 x 226), no saldo das admissões menos desligamentos do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), do Ministério do Trabalho e Emprego (MTE). Foram 1.195 admissões contra 1.340 desligamentos.

Das 145 demissões do saldo do mês passado, 114 ocorreram na microrregião Itaperuna e 31 na microrregião Santo Antônio de Pádua.

As maiores baixas ocorreram nos dois maiores municípios da região, 124 em Itaperuna e 46 em Santo Antônio de Pádua. Em Miracema houve o maior registro de admissões no saldo, 16, seguido por Laje do Muriaé, com 9. A maioria do saldo de Miracema foi contratações ocorridas nos setores de serviço e construção civil, enquanto em Laje do Muriaé houve predominância no setor indústria de transformação.

Os empregos na indústria de transformação, que mostraram resultado negativo em dezembro do ano passado, iniciaram o ano mostrando recuperação, foram 58 admissões no saldo (28 na microrregião Itaperuna e 30 na microrregião Santo Antônio de Pádua). Em janeiro do ano passado, o saldo de empregos neste setor registrou 28 desligamentos.

As maiores baixas ocorreram no comércio, 178 (134 na microrregião Itaperuna e 44 na microrregião Santo Antônio de Pádua). Volume de demissões superior ao do ano passado (77).

Municípios compreendidos nas microrregiões do Noroeste Fluminense: Itaperuna – Bom Jesus do Itabapoana, Italva, Itaperuna, Laje do Muriaé, Natividade, Porciúncula e Varre-Sai; e Santo Antônio de Pádua – Aperibé, Cambuci, Itaocara, Miracema, Santo Antônio de Pádua e São José de Ubá.

sexta-feira, 27 de fevereiro de 2015

Vereador João Magalhães fala sobre a CPI aberta para apurar dívida da PMM à CAPPS

Em matéria publicada, em 21/02/2015, no jornal online da Folha da Manhã, o vereador João Magalhães (PMDB) afirma que em 2014 foi aberta uma Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) para apurar supostas irregularidades com a Caixa de Assistência, Previdência e Pensões dos Servidores (CAPPS). A CPI foi aprovada por unanimidade, mesmo com o prefeito obtendo maioria na Câmara Municipal (sete governistas e quatro oposicionistas). Representantes da CAPPS foram convocados e apresentaram documentos que comprovaram a dívida, enquanto representantes da prefeitura que também foram convocados não compareceram. Magalhães foi o relator.

— O relatório foi aprovado por unanimidade e encaminhado a órgãos fiscalizadores, como a Polícia Federal — informou o vereador João Magalhães.

Magalhões disse ainda que existe também dívidas com o INSS, já que alguns servidores optaram em não mudar para a previdência própria. Segundo o vereador, no dia 27 de fevereiro, a Controladoria Geral da União (CGU) estará no município para apurar os fatos.


Com informações da Folha da Manhã

quinta-feira, 26 de fevereiro de 2015

Prefeitura Legal: em 2014, municípios do Noroeste captaram mais de R$ 156 milhões em recursos voluntários para investimentos

Viabilizada pelo programa do Sistema FIRJAN, captação de recursos em 2014 foi a maior da história

Itaperuna, 26 de fevereiro de 2015

O programa Prefeitura Legal auxiliou, em 2014, na captação de um total de R$ 156.763.000 em recursos voluntários federais e estaduais para os treze municípios do Noroeste Fluminense e Cardoso Moreira, localizado no Norte do estado. Os dados estão no relatório anual do programa, que foi idealizado em 2009 pelo Sistema FIRJAN com a proposta de otimizar a qualidade dos serviços públicos oferecidos pelas prefeituras da região.

A viabilização de recursos voluntários governamentais é possível através da adimplência do município junto ao Sistema Cauc/Siafi (Cadastro Único de Convênio do Sistema Integrado de Administração Financeira), uma das ferramentas da Secretaria do Tesouro Nacional. O trabalho de regularização e o monitoramento das cidades do Noroeste Fluminense e de Cardoso Moreira nesse sistema está entre as iniciativas que compõem o programa da Federação.

O montante viabilizado para os municípios em 2014 foi o maior da história, segundo o relatório. O valor representa ainda um aumento de 468% sobre o total captado pelas cidades do Noroeste Fluminense durante 2005 e 2008, anos antes de o programa ser implementado, em recursos voluntários federais e estaduais (R$ 31.009.717,95).

Presidente da Representação Regional FIRJAN/CIRJ Noroeste Fluminense, Antônio Carlos Boechat diz que a falta de regularização dos municípios junto ao Sistema Cauc/Siafi foi o que impulsionou o surgimento do Prefeitura Legal. “Sem a regularização dos treze itens que compõem o sistema, os municípios ficam impossibilitados de receber recursos voluntários governamentais, resultando em perdas de investimentos. Assim, firmamos um Termo de Cooperação com as prefeituras da região para oferecer uma consultoria especializada e gratuita. Hoje, todas estão em dia com o Cauc/Siafi”, explicou. 

Ainda de acordo com Boechat, os recursos captados são destinados a obras de infraestrutura urbana; construção e reforma de unidades de saúde e centros de especialidades, instalações esportivas, creches e escolas; aquisições de veículos, além de estímulo ao turismo regional e programas de incentivo ao empreendedorismo nos municípios.

Quase 700 servidores capacitados em 2014

A capacitação do funcionalismo público municipal em cursos de gestão pública está entre os demais itens que integram o pacote de serviços oferecidos pelo Prefeitura Legal. Segundo o relatório anual do programa, em 2014 foram qualificados 686 servidores nos cursos “Excelência no atendimento ao contribuinte/cidadão - Área de Saúde”, “Gestão do SISTN”, “Gestão do Cauc/Siafi”, “Gestão de Caixa de Previdência Municipal” e “Gestão do Siconv – OBTV”.

Esses cursos são realizados em parceria com o Instituto Euvaldo Lodi (IEL), uma das entidades vinculadas ao Sistema FIRJAN. O órgão desenvolve programas e projetos, bem como apoia a gestão da inovação e o desenvolvimento tecnológico com o objetivo de proporcionar ganhos na gestão e no aumento da competitividade. “Temos o maior programa de qualificação de servidores públicos já realizado no Noroeste Fluminense e, com certeza, um dos maiores do estado do Rio”, afirmou Antônio Carlos Boechat.

Parceria com o ensino superior para desenvolvimento de projetos

Em 2014, mais uma iniciativa passou a integrar o Prefeitura Legal: a gestão de projetos de engenharia para os municípios, através de parceria com o IEL e instituições de ensino superior. O objetivo é disponibilizar estagiários dos cursos de Administração, Arquitetura de Urbanismo e Engenharia Civil para dar suporte às demandas dos departamentos de projetos das prefeituras.

Atualmente, 60 alunos da Faculdade Redentor, que posteriormente serão certificados pelo IEL com horas de trabalhos complementares, estão atuando em 13 projetos de engenharia em Laje do Muriaé e Porciúncula. Além disso, os universitários também vêm realizando trabalho de levantamento socioeconômico de todos os municípios atendidos pelo programa.

Com o Prefeitura Legal, o Sistema FIRJAN visa defender os interesses de toda a população e, sobretudo, da classe empresarial, ao garantir a melhoria da qualidade dos serviços públicos, avalia o presidente da Representação Regional FIRJAN/CIRJ Noroeste Fluminense. “Esse trabalho nos direciona a uma melhor relação entre o setor público e privado”, completou Boechat.
 
Sistema Firjan - Assessoria de Imprensa Itaperuna

Andamento da implantação do PMGIRS de Miracema

Por José Anderson Caveari Pimenta - Coordenador da Agenda 21

Foto ilustrativa de arquivo
A primeira audiência pública será no dia 31 de março de 2015 a partir das 18 horas no Centro Cultural Melchiades Cardoso.
 
A SEMMAM deverá dar publicidade na próxima semana quando receberá o relatório final.
 
Nesse dia será a última oportunidade de se alterar o PMGIRS (Plano Municipal de Gestão Integrada de Resíduos Sólidos) que depois será aprovado por Lei e todos deverão cumprir.
 
Os comerciantes de produtos e serviço e os moradores terão metas de redução de descarte para recolhimento por parte da PMM e se ultrapassarem poderão receber multas, também a PMM deverá implantar a Coleta Seletiva Solidária para recolhimento do material reciclável pela Cooperativa de Catadores que está sendo implantada, gerando renda a essas pessoas e economia ao município.
 
Hoje, Miracema produz 22 toneladas de lixo por dia e envia quase tudo ao aterro sanitário de Campos dos Goytacazes e paga, só para depósito lá, sem contar o frete, R$ 65,00 por tonelada o que dá cerca de R$ 1.300,00 por dia e R$ 40.000,00 por mês.
 
O PMGIRS também regula a retirada de entulho de obra pela PMM, limitando o recolhimento a 1 m³ por dia e maiores volumes serão de responsabilidade do construtor.
 
Há também previsão de regulamentação da chamada Logística Reversa que obriga o comerciante e o fabricante a receber de volta o resíduo de produtos perigosos como lâmpadas, pilhas, baterias, remédios, produtos veterinários e o lixo eletrônico.
 
A previsão é que no fim da semana que vem o plano já esteja à disposição dos interessados na SEMMAM, na PMM e no sitio eletrônico desta.