terça-feira, 1 de setembro de 2015

Sebrae/RJ promove em Itaperuna conferência sobre efeitos da economia, política e tecnologia nas micro e pequenas empresas

Por intermédio do programa Sebrae Inteligência Setorial, será realizado em Itaperuna a conferência “Macro e micro competitividade – efeitos da economia, política e tecnologia sobre as micro e pequenas empresas”, a ser ministrada pelo economista e consultor de empresas Augusto Franco, que vai abordar os impactos positivo e negativo de informações estratégicas sobre micro e pequenos negócios, em três módulos: econômico (câmbio e inflação), político (legislação) e tecnológico (novas tecnologias).  

O objetivo também é apresentar o portal Sebrae Inteligência Setorial aos empresários de micro e pequenas empresas como uma fonte de informação. O programa monitora e oferece gratuitamente informações estratégicas validadas por especialistas sobre os setores de moda, turismo, construção civil, petróleo e gás e alimentos.

Segundo Franco, o excesso de informações e a falta de critérios de seleção de conteúdos podem ser um risco para a estratégica de crescimento dos negócios. “Antigamente a maior dificuldade do mercado era a falta de informação, que provocava incertezas e aumentava a probabilidade de erro na gestão de qualquer empreendimento. Hoje temos um cenário oposto e um novo desafio: a falta de capacidade de processamento de tanta informação, principalmente nos pequenos negócios”, afirma.

O consultor adverte que o empresário precisa saber identificar conteúdos que realmente impactem em seu negócio e as fontes de credibilidade. “É fundamental se orientar por meio de informações relevantes e de qualidade. O empresário precisa estar atento às fontes oficiais e especializadas sobre o mercado em que ele atua. A tipicidade do seu mercado pode fazer com que o câmbio, por exemplo, tenha mais ou menos impacto no seu negócio.” 

Perfil de Augusto Franco 

Especialista em desenvolvimento econômico do Estado do Rio de Janeiro, foi economista do Centro de Estudos de Empresas do Ibre-FGV e consultor de diversas entidades e empresas, tais como: Federação das Indústrias de Brasília (Fibra) e Federação das Indústrias do Rio de Janeiro (Firjan). Foi professor da Associação Brasileira de Ensino Universitário, da Universidade Estácio de Sá, da Puc-Rio e da Confederação Nacional da Indústria (CNI). Profissional com experiência de 32 anos em questões do dia a dia das empresas brasileiras, e em especial nos últimos oito anos atuou como diretor-geral do Sistema Firjan. 

Serviço

Data: 10 de setembro de 2015
Horário:  19h
Local: Top Center Hotel (Av. Cardoso Moreira 236, Centro - Itaperuna - RJ)
Inscrições: (22)3824-2020, 0800 570 0800 ou rj-regiaonoroeste@rj.sebrae.com.br

segunda-feira, 31 de agosto de 2015

Apresentação de Hamilton de Holanda Trio no 5º Festival de Chorinho e Sanfona de Rosal (2015)

Grandes nomes do choro e da sanfona irão se apresentar, entre os dias 4 e 6 de setembro, no Festival de Chorinho e Sanfona de Rosal, distrito de Bom Jesus do Itabapoana. Entre eles o compositor e bandolinista Hamilton de Holanda, acompanhado de Thiago da Serrinha, na percussão, e André Vasconcellos, no baixo acústico. Os acordeonistas Toninho Ferragutti e Bebê Kramer, o músico Henrique Cazes e o grupo Os Matutos, além de talentos locais e regionais, também marcarão presença no Festival.

Em sua 5ª edição, o evento vem atraindo, a cada ano, ainda mais admiradores da boa música. Pelo segundo ano consecutivo, a realização é do Sistema FIRJAN, por meio do SESI Cultural, em parceria com a Secretaria de Comércio, Indústria, Turismo e Cultura de Bom Jesus do Itabapoana, idealizadora do festival.

De acordo com a chefe do setor de Cultura do SESI Itaperuna, Olga Acosta, o evento ganhou notoriedade e mostrou seu potencial de criatividade e transformação. “O conceito de economia criativa começou a tomar conta de Rosal. Com uma programação diversificada e de qualidade, o festival vem promovendo resultados que vão muito além do entretenimento em uma região que tem sede de cultura”, disse ela.

Os shows vão acontecer no palco principal e no coreto, ambos localizados na praça do distrito. Paralelo aos shows, haverá exposição de artesanato e praça de alimentação com culinária típica local.

Além de reforçar os atrativos turísticos e culturais da região, o festival traz resultados econômicos positivos através da geração de emprego e renda, fortalecimento do artesanato e da culinária local, aluguel de casas e hospedagens, entre outros benefícios. “Rosal já tem uma vocação turística e o festival é o ponto alto para a obtenção de renda dos moradores”, enfatizou Sávio Saboia, secretário interino de Indústria, Comércio, Turismo e Cultura de Bom Jesus do Itabapoana.

Com informações da Assessoria de Imprensa Itaperuna, do Sistema Firjan

domingo, 30 de agosto de 2015

Fotos tiradas na APA Miracema, nesta semana

Pau seco caído de uma árvore, mas suspenso no ar por cipós. Achei uma obra de arte da natureza, uma instalação muito bonita porque o pau devia medir uns 8 metros.


Mariposa. Só sei que é mariposa porque borboleta quando pousa fecha as asas. O bicho de muitas pernas media uns 30 cm. E este quarti, que ficou mais curioso comigo do que eu com ele.


Gavião-de-cauda-curta, morfo escuro. Gavião-de-rabo-branco, Gavião-tesoura e Gavião-de-cabeça-cinza


sábado, 29 de agosto de 2015

Estimativa do IBGE aumenta população do Noroeste Fluminense para 324 mil habitantes

A população do Noroeste Fluminense em 1º de julho de 2015 passou a ser 324.013  habitantes, segundo estimativa do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), divulgada nesta sexta-feira, 28, no Diário Oficial da União. No ano passado, a população estimada era 323.108 habitantes. Na comparação com o Censo Demográfico de 2010, a população do Noroeste cresceu 2,05%. Varre-Sai desponta como o município onde a população mais cresceu (9,78%), em seguida Aperibé (7,93%), Italva (3,60%), Itaperuna (3,32%) e São José de Ubá (2,90%). Em Itaocara, Laje do Muriaé, Miracema e Natividade a população diminuiu.

Link para as estimativas dos anos anteriores, feitas pelo IBGE para o Noroeste Fluminense.

Segundo o IBGE, a população brasileira passou a ser 204.450.649 habitantes. No ano passado, a população estimada era 202.768.562.

O estado mais populoso do país, São Paulo, tem 44,4 milhões de pessoas. Mais cinco estados têm populações que superam os 10 milhões de habitantes: Minas Gerais (20,87 milhões), Rio de Janeiro (16,55 milhões), Bahia (15,2 milhões), Rio Grande do Sul (11,25 milhões) e Paraná (11,16 milhões).

Três estados têm populações menores do que 1 milhão: Roraima (505,7 mil), Amapá (766,7 mil) e Acre (803,5 mil).

As demais unidades da Federação têm as seguintes populações: Pernambuco (9,34 milhões), Ceará (8,9 milhões), Pará (8,17 milhões), Maranhão (6,9 milhões), Santa Catarina (6,82 milhões), Goiás (6,61 milhões), Paraíba (3,97 milhões), Amazonas (3,94 milhões), Espírito Santo (3,93 milhões), Rio Grande do Norte (3,44 milhões), Alagoas (3,34 milhões), Mato Grosso (3,26 milhões), Piauí (3,2 milhões), Distrito Federal (2,91 milhões), Mato Grosso do Sul (2,65 milhões), Sergipe (2,24 milhões), Rondônia (1,77 milhão) e Tocantins (1,51 milhão). 

Com informações da Agência Brasil

Sócios da Associação Atlética Miracema (AAM) vão decidir forma de venda da sede social

Sede da AAM. Foto: Jornal Dois Estados
A Associação Atlética Miracema (AAM) convoca todos os associados a participarem de assembleia, marcada para o dia 27 de setembro, para deliberarem sobre as prestações de contas da diretoria referentes ao período 2010 a 2014 e da venda da sede social, assim como destinação do saldo remanescente dessa venda.

Convoca, também, os sócios inaptos a votar para regularizarem essa condição entre os dias 1º e 25 de setembro, bem como reafirma que apenas os sócios patrimoniais devidamente regularizados poderão exercer o direito a voto na Assembleia Geral Extraordinária a ser realizada no dia 27 de setembro.

Com a venda da sede social, a AAM passa a ter somente o Estádio Irmãos Moreira, mais conhecido como Campo do América, como patrimônio.

Programa Alimentação Escolar Saudável capacita merendeiras em Itaperuna

Palestra sobre boas práticas de alimentos e bebidas
Parceria entre o Sistema FIRJAN, o Sebrae e a ONG Planeta Orgânico, capacitou, nesta semana, cerca de 110 merendeiras no Programa Alimentação Escolar Saudável, em Itaperuna. O treinamento, com carga horária de 16 horas, foi realizado na Escola Municipal Francisco de Mattos Ligiéro e no CIEP 467 Henriett Amado.

As atividades foram conduzidas por Aline Monteiro, nutricionista do Programa SESI Cozinha Brasil, e Izabel da Cunha, instrutora do Centro de Tecnologia SENAI (CTS) Alimentos e Bebidas. Elas falaram ainda sobre o Programa Nacional de Alimentação Escolar e abordaram questões do cotidiano das merendeiras, como valor nutricional dos alimentos, maneiras adequadas de manipulação e higiene e doenças relacionadas à má nutrição.

O Sebrae, por sua vez, capacita os agricultores responsáveis por fornecer frutas, verduras e legumes às escolas, enquanto a ONG Planeta Orgânico coordena o projeto, juntamente com as secretarias municipais de Educação das cidades envolvidas.

Merendeira há 24 anos, Madalena Amaro foi uma das participantes do treinamento em Itaperuna. Ela afirma que o hábito de aproveitar integralmente os alimentos já faz parte de sua rotina no trabalho. “Conheci diversas receitas criativas e saudáveis em outros cursos do Cozinha Brasil que participei. Como o retorno dos alunos é sempre bom, nós, merendeiras, somos incentivadas a aprender ainda mais”, disse Madalena.
 
Sobre o Programa Alimentação Escolar Saudável
 
Lançado no Evento Green Rio 2015, em maio deste ano, o programa prepara merendeiras e produtores rurais para ações relacionadas à promoção do desenvolvimento local e da alimentação escolar saudável nos municípios participantes. A intenção é contribuir na diminuição de açúcar, sódio e gordura na alimentação dos estudantes da Educação Infantil e Ensinos Fundamental e Médio.
 
Para a especialista em Projetos Sociais do Sistema FIRJAN, Fernanda Chaves, a merendeira é um agente promotor de educação e segurança alimentar nas escolas. “É preciso entender que, hoje, o perfil nutricional das crianças é diferente daquele de anos atrás. Então, é importante adequar o cardápio. Muitas vezes, a comida da escola é a única refeição balanceada que a criança tem durante o dia e, por isso, precisa ser de qualidade”, explicou.
 
O Programa Alimentação Escolar Saudável já passou por Três Rios e Paraíba do Sul. As cidades de Trajano de Moraes e Pinheiral também estão na rota do projeto. 

Com informações da Assessoria de Imprensa Itaperuna, do Sistema Firjan

sexta-feira, 28 de agosto de 2015

Tarifa da bandeira vermelha na conta de luz cai 18%

Ivan Richard – Repórter da Agência Brasil

A Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) aprovou hoje (28) a redução de 18% no valor da tarifa da bandeira vermelha, o indicador que engloba os usuários que pagam o custo mais alto de energia. Com a decisão, o valor adicional para cada 100 kWh consumidos cai de R$ 5,50 para R$ 4,50. Para os consumidores, o novo valor corresponderá a uma redução de dois pontos percentuais no custo da conta de luz. A mudança entra em vigor em 1º de setembro e vai até 31 de dezembro.

A decisão foi adotada em razão da redução no custo de produção de energia decorrente do desligamento de 21 termelétricas, com custo variável unitário maior que R$ 600 MWh, aprovada no início deste mês.

Apesar do pedido das distribuidoras para que o valor seja mantido, devido ao aumento dos custos de geração, a diretoria da Aneel entendeu que o uso das bandeiras deve refletir o cenário de disponibilidade da geração e não os problemas de caixa das distribuidoras.

“Não podemos confundir o conceito do fundamento das bandeiras com o alívio de caixa. O valor arrecadado com as bandeiras deve cobrir o valor da geração termelétrica. Para outras razões de [alta de] custo existem outros mecanismos de compensação”, disse o diretor da Aneel Reive Barros dos Santos, relator do caso.

Para o diretor Tiago Correia, os consumidores responderam ao instrumento das bandeiras, reduzindo o consumo e fazendo investimentos, como a substituição de lâmpadas incandescentes pelas de led, o que justifica a redução do valor da bandeira.

O diretor-geral da Aneel, Romeu Rufino, ressaltou que a redução não representa melhora no quadro de geração de energia do país. “O cenário não é favorável à mudança da bandeira. Não é um cenário provável. Não estamos dando nenhuma sinalização de que o consumidor possa relaxar na sua prátrica de uso da energia. A sinalização ainda é de cuidado com o consumo e de uma situação adversa”, alertou Rufino.

O parque gerador de energia elétrica no Brasil é composto predominantemente por usinas hidrelétricas. Para funcionar, essas usinas dependem da chuva e do nível de água nos reservatórios. Quando há pouca água armazenada, usinas termelétricas precisam ser ligadas para não interromper o fornecimento de energia. Com isso, o custo de geração aumenta, pois essas usinas são movidas a combustíveis como gás natural, carvão, óleo combustível e diesel.
 
Edição: José Romildo

quarta-feira, 26 de agosto de 2015

Espetáculo “Caravana dos Sonhos” no Teatro SESI Itaperuna, neste sábado

"Caravana dos Sonhos". Foto: Gilvan Martins
“Caravana dos Sonhos” - artistas de rua que encantam plateias ao criar histórias recheadas de amor, traição, paixão e poesia, despertando fantasia e ilusão por onde passam -, da Companhia de Teatro Arte e Cena e dirigida por Stael de Oliveira, utiliza da commedia dell’arte como forma de expressão. O conceito surgiu na Itália, entre os séculos XV e XVI, levando o teatro popular para ruas e praças públicas. Com uma estrutura de esquema familiar, as companhias eram itinerantes e utilizavam de roteiros simples, com liberdade para improvisos e interação com o público.

Apresentação em Macaé, na quinta-feira (27), às 16h. Depois, a atração segue para Campos, na sexta (28), e Itaperuna, no sábado (29), a partir das 20h nas duas cidades. A realização é do Sistema FIRJAN, por meio do SESI Cultural.

Os ingressos podem ser adquiridos a R$ 20 no atendimento das unidades SESI, que funcionam de segunda a sexta-feira, ou na bilheteria dos Teatros, a partir de duas horas antes do início de cada atração. Associados ao SESI, estudantes, terceira idade, pessoas com necessidades especiais e jovens de até 21 anos pagam meia-entrada.


Apresentação da Banda de Talentos Internos do Sistema FIRJAN, na sexta, 28 

Às 20h, o Teatro SESI Itaperuna recebe a Banda de Talentos Internos do Sistema FIRJAN. A atividade tem como objetivo desenvolver o potencial criativo e o trabalho de equipe entre colaboradores da organização, além de promover a expansão do raciocínio e a capacidade de memorização. O show é gratuito e contará a história dos 15 anos da banda, com grandes sucessos que marcaram essa trajetória.

Com informações da Assessoria de Imprensa Itaperuna, do Sistema Firjan

terça-feira, 25 de agosto de 2015

Operação Lei Seca fiscaliza 214 veículos em Porciúncula

A Operação Lei Seca (OLS), da Secretaria de Governo, abordou na sexta-feira (21/8) e no sábado (22/8) 214 veículos em Porciúncula, sendo 21 multados, dois rebocados, 13 CNHs (Carteiras Nacionais de Habilitação) recolhidas e 191 testes com etilômetro realizados, com 14 casos de alcoolemia.

As ações aconteceram também nos municípios de Angra dos Reis e Rio Bonito. Nos três municípios foram abordados 734 veículos. A fiscalização no interior realizou, na sexta-feira (21/8) e no sábado (22/8), 671 testes do etilômetro, com 37 casos de alcoolemia e 32 CNHs recolhidas. As ações resultaram em 171 veículos multados e 33, rebocados. 

Balanço da Operação Lei Seca 

A Operação Lei Seca é uma campanha educativa e de fiscalização, de caráter permanente, lançada em março de 2009, pela Secretaria de Estado de Governo do Rio de Janeiro. Desde então, até a madrugada de 24/08/2015, 1.991.088 motoristas foram abordados, 388.263 foram multados, 78.585 veículos foram rebocados e 136.329 motoristas tiveram a CNH recolhida. Um total de 145.537 condutores sofreu sanções administrativas, sendo que 5.200 deles também sofreram sanções criminais. Os agentes realizaram 1.744.544 testes com o etilômetro. 

Operação Lei Seca no interior

  • Angra dos Reis (21 e 22/8) – 352 veículos abordados, 89 multados, 26 rebocados, 17 CNHs recolhidas e 319 testes com etilômetro realizados, com 19 casos de alcoolemia.
     
  • Porciúncula (21 e 22/8) – 214 veículos abordados, 21 multados, dois rebocado, 13 CNHs recolhidas e 191 testes com etilômetro realizados, com 14 casos de alcoolemia.
     
  • Rio Bonito (22/8) – 168 veículos abordados, 31 multados, cinco rebocados, dois CNHs recolhidas e 161 testes com etilômetro realizados, com quatro casos de alcoolemia.

Com informações da Imprensa RJ

Adiantamento de 50% do 13º salário dos aposentados será pago em setembro


Presidenta Dilma Rousseff determina que o adiantamento do 13º salário a ser pago aos aposentados e pensionistas do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) será de 50%, conforme nota divulgada pelo Palácio do Planalto. O valor será pago na folha do mês que vem, creditado a partir de 24 de setembro. A quantia restante será paga normalmente em dezembro, na folha de novembro, seguindo a rotina tradicional.

Anteriormente, a intenção do governo era fazer o adiantamento em duas parcelas, de 25% cada uma, pagas nos meses de setembro e outubro.

Desde 2006, segundo o Sindicato Nacional dos Aposentados, Pensionistas e Idosos da Força Sindical (Sindnapi), a antecipação era creditada em agosto.

Com informações e foto da Agência Brasil

sábado, 22 de agosto de 2015

Noroeste Fluminense tem retração de 83 empregos com carteira assinada em julho

O saldo de empregos formais no Noroeste em julho apresentou fechamento de 83 vagas (-94 na microrregião Itaperuna e +11 na microrregião Santo Antônio de Pádua). Segundo o Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), do Ministério do Trabalho e Emprego (MTE), foram 1.047 admissões e 1.130 desligamentos. Em julho do ano passado, a região criou 78 novos empregos.

O maior número de vagas criadas foi em Miracema, 19, em seguida em Itaocara, com 13, Aperibé, com 11, e Bom Jesus do Itabapoana, com 8.

No setor serviços foi registrado o maior número de novos empregos, 26 (-6 na microrregião Itaperuna e +32 na microrregião Santo Antônio de Pádua). Os setores serviços industriais de utilidade pública, construção civil e administração pública também tiveram saldo positivo de empregos. Por microrregiões, construção civil se destaca na de Itaperuna, com 17 empregos, enquanto na de Santo Antônio de Pádua prevalece serviços.

No acumulado do ano, a região contabiliza fechamento de 449 empregos (-591 na microrregião Itaperuna e +142 na microrregião Santo Antônio de Pádua). Neste mesmo período do ano passado, foram abertas na região 504 novas vagas.

O maior número de empregos abertos foi em Itaocara (100), em seguida Miracema (52), Porciúncula (37), Natividade (22) e Cambuci (20).

O setor serviços teve o maior número de abertura de empregos, 311 (+131 na microrregião Itaperuna e +180 na microrregião Santo Antônio de Pádua). Em seguida administração pública, com 43 novas vagas, sendo todas abertas em Itaocara – único município da região que atribui neste setor as contratações realizadas pela prefeitura. 

Municípios compreendidos nas microrregiões do Noroeste Fluminense: Itaperuna – Bom Jesus do Itabapoana, Italva, Itaperuna, Laje do Muriaé, Natividade, Porciúncula e Varre-Sai; e Santo Antônio de Pádua – Aperibé, Cambuci, Itaocara, Miracema, Santo Antônio de Pádua e São José de Ubá.

Link para matéria na Agência Brasil sobre empregos formais em julho no país