sábado, 31 de dezembro de 2016

Noroeste Fluminense fecha 136 empregos formais em novembro

Em novembro, 136 postos de trabalho com carteira assinada foram fechados na região (-14 na microrregião Itaperuna e -122 na microrregião Santo Antônio de Pádua), o que vem a ser o resultado da diferença entre 967 admissões e 1.123 demissões, conforme os registros feitos pelos empregadores no Caged (Cadastro Geral de Empregados e Desempregados, do Ministério do Trabalho). Neste mesmo mês de 2015, a região abriu quatro novas vagas.

De acordo com a Tabela I, Bom Jesus do Itabapoana apresenta o melhor número da região, com abertura de 87 postos de trabalho, em seguida Aperibé e Varre-Sai, com abertura de 5 novas vagas cada um. Nos demais municípios as perdas de postos de trabalho variou entre -3 e -63, tendo em Itaocara o número mais elevado (-63), em seguida Itaperuna (-45), São José de Ubá (-35), Natividade (-28), ...

Conforme a Tabela II, comércio destaca-se com o único número positivo da região, abertura de 161 vagas (+140 na microrregião Itaperuna e +21 na microrregião Santo Antônio de Pádua). Nos demais setores de atividade econômica os fechamentos de postos de trabalho variou entre -1 e -79, tendo na construção civil o número mais elevado de baixa de empregos: -79 (-26 na microrregião Itaperuna e -53 na microrregião Santo Antônio de Pádua), em seguida serviços, com -65 (-66 na microrregião Itaperuna e +1 na microrregião Santo Antônio de Pádua); administração pública, com -60 (todas registradas em Itaocara, que vem a ser o único município da região em que a prefeitura municipal registra neste setor as contratações e demissões de pessoal); indústria de transformação, com -57 (-41 na microrregião Itaperuna e -16 na microrregião Santo Antônio de Pádua); agropecuária, com -27 (-19 na microrregião Itaperuna e -8 na microrregião Santo Antônio de Pádua); ...

No acumulado do ano até novembro, o saldo entre admissões e demissões na região registra perda de 245 postos de trabalho com carteira assinada (-267 na microrregião Itaperuna e +22 na microrregião Santo Antônio de Pádua), o que vem a ser o resultado da diferença entre 11.540 admissões e 11.785 demissões. De janeiro a novembro do ano anterior, o número de postos de trabalho fechados na região foi mais elevado (-680).

Itaocara destaca-se com o maior número de aberturas de vagas, 412. Em seguida Italva, com 37, e Varre-Sai, com 4. Nos demais municípios as perdas acumuladas variam entre -3 e -233, tendo em Bom Jesus do Itabapoana o número mais elevado, -233, em seguida Miracema (-100), Santo Antônio de Pádua (-97), Cambuci (-74), São José de Ubá (-64), Aperibé (-55), Porciúncula (-39), Itaperuna (-21), ...

Administração pública foi o setor que mais abriu vagas de trabalho: 448 (todas abertas em Itaocara). Em seguida serviços, com 127 novos postos de trabalho (+112 na microrregião Itaperuna e +15 na microrregião Santo Antônio de Pádua); agropecuária, com 36 (+40 na microrregião Itaperuna e -4 na microrregião Santo Antônio de Pádua); e serviços de utilidade pública, com 8 (-5 na microrregião Itaperuna e +13 na microrregião Santo Antônio de Pádua). Nos demais setores o  número de vagas fechadas variaram entre -9 e -358, tendo se destacado comércio, com -358 (-248 na microrregião Itaperuna e -110 na microrregião Santo Antônio de Pádua); construção civil, com -257 (-102 na microrregião Itaperuna e -155 na microrregião Santo Antônio de Pádua); indústria de transformação, com -240 (-67 na microrregião Itaperuna e -173 na microrregião Santo Antônio de Pádua); e extração mineral, com -9 (+3 na microrregião Itaperuna e -12 na microrregião Santo Antônio de Pádua).

Municípios compreendidos nas microrregiões do Noroeste Fluminense: Itaperuna – Bom Jesus do Itabapoana, Italva, Itaperuna, Laje do Muriaé, Natividade, Porciúncula e Varre-Sai; e Santo Antônio de Pádua – Aperibé, Cambuci, Itaocara, Miracema, Santo Antônio de Pádua e São José de Ubá. 

quarta-feira, 21 de dezembro de 2016

Verão deste ano será menos quente do que no ano passado

Sabrina Craide - Repórter da Agência Brasil 


O dia do início da estação é chamado de solstício de verão,
que é quando o máximo de radiação solar chega à região –
Fernando Frazão/Agência Brasil
O verão começa hoje (21), às 7h44 (8h44 no horário de verão) no Hemisfério Sul e termina no dia 20 de março de 2017. A previsão é de que as temperaturas sejam mais amenas do que as registradas no verão passado, quando o fenômeno El Niño provocou um aumento nas temperaturas e nas chuvas em algumas regiões.

“No ano passado, tivemos um dos fenômenos El Niño mais fortes da história. Então, se formos comparar o ano passado e este ano, provavelmente este ano o verão não vai ser tão quente como no ano passado, porque o El Niño tem como característica aumentar a temperatura no Brasil”, explica a climatologista do Centro de Previsão de Tempo e Estudos Climáticos (CPTEC), Renata Tedeschi.

Segundo ela, nas regiões Centro-Oeste, Sudeste e Sul, a temperatura deve ficar dentro da média histórica. Nas regiões Norte e Nordeste, as temperaturas devem ficar dentro da média acima desse valor.

Chuvas

O verão deste ano deve ser de chuvas abaixo da média histórica na Região Nordeste, principalmente no semi-árido nordestino, segundo a climatologista. Isso por causa do aquecimento das águas do Atlântico Tropical Norte, que afetam a precipitação do Nordeste, ocasionando menos chuvas na região. “Se o Atlântico Tropical Norte continuar aquecido, o próximo trimestre provavelmente vai ser caracterizado por chuvas abaixo da média histórica na Região Nordeste”, diz Tedeschi.

Na Região Norte, a previsão é de que a precipitação seja dentro da média histórica, com leve tendência a ter uma estiagem. Para a Região Sul, a previsão é de que a chuva seja de normal a levemente acima do normal. “Em grande parte, a chuva ficará dentro da média histórica”, avalia.

Para as regiões Centro-Oeste e Sudeste, o CPTEC ainda não tem uma previsão sobre as precipitações no verão. “Porém, janeiro fevereiro e março fazem parte da estação chuvosa nessas duas regiões. Consequentemente, espera-se chuva, mas não sabemos prever se ela estará acima ou abaixo da média histórica”, diz Tedeschi.

O dia do início da estação é chamado de solstício de verão, que é quando o máximo de radiação solar chega à região e ocorre o dia mais longo do ano. A data é conhecida como solstício de verão para quem está abaixo da Linha do Equador e solstício de inverno para quem vive no Hemisfério Norte, quando a partir deste dia será inverno.

Edição: Graça Adjuto

Prédio da Prefeitura de Miracema, RJ, tem energia elétrica cortada

Razão é devido falta de pagamento, disse concessionária de energia. Outros cinco prédios públicos também tiveram corte de luz. 

Corte foi feito nesta terça-feira (19), em Miracema
(Foto: Divulgação/SFNotícias)

Do G1 Norte Fluminense

O prédio da Prefeitura de Miracema, no Noroeste Fluminense, teve a energia elétrica cortada nesta terça-feira (20). A justificativa, segundo a concessionária de energia elétrica da cidade, é falta de pagamento, por parte do governo municipal. Além do imóvel da prefeitura, outros cinco unidades municipais tiveram o fornecimento de energia elétrica cortados.

Ainda de acordo com a concessionária de energia elétrica da cidade, foi preservado o fornecimento de energia aos serviços essenciais como iluminação pública, hospitais e escolas. A prefeitura não se pronunciou sobre o caso.

quinta-feira, 8 de dezembro de 2016

Parque Nacional do Itatiaia abre festejos de 80 anos com exposição de fotos

Mostra inédita de fotografias de mamíferos da Mata Atlântica será inaugurada nesta sexta (9), às 18h, no Centro de Visitantes do parque, na região serrana do Rio


O Parque Nacional de Itatiaia, o mais antigo do Brasil, vai completar 80 anos em junho de 2017, mas as comemorações começam nesta sexta-feira (9), às 18h, no Centro de Visitantes, com a abertura da exposição de fotografias Alma do Mato, que enfoca os mamíferos da unidade de conservação (UC), gerida pelo Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio), entre os estados do Rio e Minas.

As fotos são de Christian Spencer e Marcelo Souza Motta. Eles trabalharam durante um ano com armadilhas fotográficas, equipamento que permite que as fotografias sejam tiradas com câmeras que disparam por meio de um sensor de movimento. As câmeras estacionárias foram colocadas em locais isolados na floresta, sem que houvesse qualquer artifício para atrair ou induzir a presença dos animais fotografados.

Segundo os autores, o registro desses raros mamíferos, muitos deles em perigo de extinção, mostra a diversidade da fauna que ainda povoa as matas da Serra da Mantiqueira, protegidas pelo parque. As fotos revelam os animais em seu habitat natural, momentos da vida na floresta distantes dos nossos olhos, instantes fugazes de rara beleza, cenas que capturam o quanto ainda se esconde neste pedaço de Mata Atlântica entre as duas maiores capitais do país.

Para fazer os registros, os autores tiveram que ter muita paciência, conhecimento de campo e sensibilidade, “sonhando” a foto antes mesmo dela ser tirada. Essa "simbiose sensorial” com a fauna permitiu com que Spencer e Motta transmitissem nas fotografias todo o mistério que as envolve.

Ainda segundo os autores, as fotos carregam a força da presença desses seres vivos que transitam pelas matas de forma “invisível”. A fugacidade do momento é exaltada pelo preto e branco. Na ausência de cor, o mistério se revela como lendas que se materializam entre a luz e a sombra da vegetação. “Mas é no brilho do olhar dos bichos que se vislumbra a vida que ali pulsa, é o encontro do real e do imaginário, é a alma do mato”, diz Spencer

A exposição tem como objetivo despertar o espírito contemplativo no visitante, o olhar mais demorado daqueles que passeiam pelo parque nacional, fazendo-os sentir que, mesmo não vendo com os olhos, o conhecimento de que animais desses portes ainda vivem na região possa inundá-los com a presença da força desses seres. “É um convite à sensação de andar na floresta e sentir essa presença, a alma do mato”, reforça Motta.

Serviço:

Exposição “Alma Do Mato - um olhar artístico dos mamíferos do Parque Nacional do Itatiaia”
Evento de abertura: 09/12, às 18h (para participar do evento é necessário encaminhar e-mail a parnaitatiaiarj@icmbio.gov.br)
Abertura da exposição para o público: 10/12
Horário: 8h às 17h

sábado, 26 de novembro de 2016

Noroeste Fluminense fecha 51 postos de trabalho com carteira assinada em outubro

A partir de outubro, Itaperuna passou a registrar no acumulado do ano número positivo de postos de trabalho, revertendo os números negativos registrados até o mês anterior. O município de Itaperuna é responsável por cerca de 50% da movimentação de empregos formais na região.

Em outubro, 51 postos de trabalho com carteira assinada foram fechados na região (+1 na microrregião Itaperuna e -52 na microrregião Santo Antônio de Pádua), o que vem a ser o resultado da diferença entre 1.018 admissões e 1.069 demissões, conforme os registros feitos pelos empregadores no Caged (Cadastro Geral de Empregados e Desempregados, do Ministério do Trabalho). Neste mesmo mês de 2015, a região fechou número mais elevado de empregos (117).

De acordo com a Tabela I, em Itaperuna foram abertos 85 novos postos de trabalho, em seguida 9 em Italva. Nos demais municípios o saldo entre admissão e demissão variou entre 0 e -80, tendo em Bom Jesus do Itabapoana o número mais elevado.

Conforme a Tabela II, indústria da transformação destaca-se com 22 vagas geradas (+14 na microrregião Itaperuna e +8 na microrregião Santo Antônio de Pádua). Em seguida extração mineral, com abertura de 4 novos postos (+1 na microrregião Itaperuna e +3 na microrregião Santo Antônio de Pádua). Com exceção de serviços e administração pública, que não abriram nem fecharam vagas, nos demais setores de atividade econômica o número de fechamentos de postos de trabalho variou entre -2 e -59. No comércio houve perda de 59 postos de trabalho (-55 na microrregião Itaperuna e -4 na microrregião Santo Antônio de Pádua), assim como perda de 10 na construção civil (+10 na microrregião Itaperuna e -20 na microrregião Santo Antônio de Pádua).


No acumulado do ano até outubro, o saldo entre admissões e demissões na região registra -109 postos de trabalho com carteira assinada (-253 na microrregião Itaperuna e +144 na microrregião Santo Antônio de Pádua), o que vem a ser o resultado da diferença entre 10.573 admissões e 10.682 demissões. De janeiro a outubro do ano anterior, o número de postos de trabalho fechados foi mais baixo (-15).

Itaocara destaca-se com 475 vagas de trabalho abertas. Em seguida Italva, com 55, Itaperuna, com 24, e Natividade, com 16. Nos demais municípios, com exceção de Laje do Muriaé que não abriu nem fechou vagas, as perdas de postos de trabalho variaram entre -1 e -320, tendo em Bom Jesus do Itabapoana a maior perda (-320), em seguida Santo Antônio de Pádua (-92), Miracema (-91), Aperibé (-60), Cambuci (-59),  São José de Ubá (-29) e Porciúncula (-27).

A partir de outubro, Itaperuna passou a registrar no acumulado do ano número positivo de postos de trabalho, revertendo os números negativos registrados até o mês anterior. O município de Itaperuna é responsável por cerca de 50% da movimentação de empregos na região.

Administração pública foi o setor que mais abriu vagas de trabalho: 508 (todas abertas em Itaocara. Vale ressaltar que este é o único município da região que a prefeitura municipal registra neste setor de atividade econômica as contratações e demissões de pessoal). Em seguida serviços, com 192 novos postos de trabalho (+178 na microrregião Itaperuna e +14 na microrregião Santo Antônio de Pádua); agropecuária, com 63 (+59 na microrregião Itaperuna e +4 na microrregião Santo Antônio de Pádua); e serviços de utilidade pública, com 9 (-4 na microrregião Itaperuna e +13 na microrregião Santo Antônio de Pádua). Nos demais setores os números variaram entre -1 e -519, tendo se destacado comércio, com -519 (-388 na microrregião Itaperuna e -131 na microrregião Santo Antônio de Pádua);  indústria de transformação, com -183 (-26 na microrregião Itaperuna e -157 na microrregião Santo Antônio de Pádua); e construção civil, com -178 (-76 na microrregião Itaperuna e -102 na microrregião Santo Antônio de Pádua).

Municípios compreendidos nas microrregiões do Noroeste Fluminense: Itaperuna – Bom Jesus do Itabapoana, Italva, Itaperuna, Laje do Muriaé, Natividade, Porciúncula e Varre-Sai; e Santo Antônio de Pádua – Aperibé, Cambuci, Itaocara, Miracema, Santo Antônio de Pádua e São José de Ubá. 

quinta-feira, 24 de novembro de 2016

Operação contra o tráfico prende 3 e cumpre mandados em Miracema, RJ

Operação Fênix também apreendeu dois menores nesta quinta-feira (24)
Presos foram levados para a Casa de Custódia de Itaperuna, no RJ

Do G1 Norte Fluminense

Foto: Polícia Militar/Divulgação)

Uma operação das polícias Civil e Militar cumpriu dez mandados de busca, prendeu três pessoas e apreendeu dois menores na manhã desta quinta-feira (24) em Miracema, no Noroeste Fluminense. A operação Fênix, que começou por volta das 5h e terminou às 9h30, tinha o objetivo de combater o tráfico de drogas na cidade.

Os detidos, que estavam com drogas e armas, foram levados para a 137ª DP. Os presos foram encaminhados para a Casa de Custódia de Itaperuna, e os menores apresentados ao Juizado da Infância e Adolescência.

domingo, 13 de novembro de 2016

Miracema, RJ, tem festival gourmet a partir desta sexta-feira

'I Fest Gourmet' começa na noite desta sexta (11) e vai até o dia 15. 
Programação tem shows musicais e pratos entre R$ 10 e R$ 30.

Do G1 Norte Fluminense

Miracema, no Noroete Fluminense, recebe a partir da noite desta sexta-feira (11) o I Fest Gourmet. O festival acontece até o dia 15 na Praça do Rink, no Centro. Segundo os organizadores, a programação conta com shows musicais, eventos culturais, e pratos especiais com preços que variam entre R$ 10 e R$ 30.

De acordo com a organização, após o dia 15, os pratos poderão ser degustados nos restaurantes participantes, até o dia 30 de novembro, seguindo os horários de funcionamento de cada um. 

Programação cultural
 

Sexta-feira (11)
18h – Abertura – música ambiente
19 h - Apresentação do Grupo de Sopro e Violão da Escola Municipal de Música 07 de Setembro de Miracema
21h – Show com Jaqueline Rosa


Sábado (12)
16h – Abertura e Torneio de Xadrez
18h – Animação Infantil com Fazendo a Festa, presença do Mikey, da Minye e Pintura Facial (com Ana Elvira).
21h – Show : Lucas Alvim


Domingo (13)
12h – Abertura – música ambiente
15h - Banda Marcial Antônio C. Paiva
16h/19h - Animação Infantil com Palhaço Tra la lá e Pintura facial (Enoque Matos)
19h – Show: Samantha Pelaggi


Segunda-feira (14)
18h – Abertura – música ambiente
20h – Apresentação da Escola de Música
21h – 21h- Show: Lelê Bucker                                                 


Terça-feira (14)
18h – Abertura – música ambiente
19h – Show:  Juninho Leite

sexta-feira, 28 de outubro de 2016

Apresentação do grupo Casuarina no Teatro SESI Itaperuna na terça que vem

Casuariana. Foto: Paprica Fotografia
No próximo dia 05/11, comemora-se o Dia Nacional da Cultura e o SESI Cultural preparou uma programação especial para homenagear um ritmo que é a cara do Brasil. Para lembrar o centenário do samba, os Teatros SESI da região recebem o grupo Casuarina.

Formado na cidade do Rio de Janeiro no ano de 2001, o grupo já se apresentou em diversos países como Angola, Bélgica, Canadá, Cuba, Eslovênia, Espanha e EUA.  Casuarina vai apresentar músicas de 7”, o novo disco do quinteto, inteiramente autoral. O sétimo CD do grupo tem suas 13 composições assinadas por, ao menos, um de seus cinco integrantes. Há, também, parcerias com Moacyr Luz, Aluísio Machado, Sérgio Fonseca, João Martins e Alaan Monteiro, além de participação especial de Maria Rita.

"Em todos os nossos outros discos autorais fomos chamando músicos conforme as demandas de cada faixa. Agora, pela primeira vez, fizemos o planejamento contrário: definido o conjunto das canções, avaliamos a melhor formação para defendê-las", conta um dos vocalistas do grupo, João Cavalcanti.

Em '7', os cinco integrantes do Casuarina Daniel Montes (violão de 7 cordas), Gabriel Azevedo (voz e percussão), João Cavalcanti (voz e percussão), João Fernando (bandolim e voz) e Rafael Freire (cavaquinho e vocais) são acompanhados da mesma banda que acompanha o grupo desde os ensaios: Diego Zangado (bateria), João Faria (baixo), Nelson Freitas (piano) e Renato Albernaz (percussão).

Os shows acontecem no dia 01/11 em Itaperuna, 03/11 em Macaé e dia 04/11 em Campos, sempre às 20h. Os ingressos custam R$34,00 ( inteira) e R$17,00 ( meia).

Com informações da Assessoria de Imprensa da Representação Regional Norte e Noroeste Fluminense, do Sistema Firjan

Noroeste Fluminense fecha 6 vagas de empregos com carteira assinada em setembro

Em setembro, apenas seis postos de trabalho com carteira assinada foram fechados na região (+55 na microrregião Itaperuna e -61 na microrregião Santo Antônio de Pádua), o que vem a ser o resultado da diferença entre 929 admissões e 935 demissões, conforme os registros feitos pelos empregadores no Caged (Cadastro Geral de Empregados e Desempregados, do Ministério do Trabalho). Neste mesmo mês de 2015, a região fechou número mais elevado de empregos (133). 

De acordo com a Tabela I, em Itaperuna foram abertas 55 novas vagas e nos demais municípios o saldo entre admissão e demissão variou entre 8 novos postos de trabalho gerados em Varre-Sai e 28 fechamentos de vagas em Miracema.

Conforme a Tabela II, comércio destaca-se com 37 vagas geradas (+23 na microrregião Itaperuna e +14 na microrregião Santo Antônio de Pádua). Em seguida agropecuária com abertura de 8 novos postos (+7 na microrregião Itaperuna e +1 na microrregião Santo Antônio de Pádua). Com exceção de serviços e construção civil, nos demais setores de atividade econômica o número de novas vagas criadas variou entre 1 e 2. No setor serviços houve perda de 34 postos de trabalho (-10 na microrregião Itaperuna e -24 na microrregião Santo Antônio de Pádua), assim como perda de 23 na construção civil (todas na microrregião Santo Antônio de Pádua).

No acumulado do ano até setembro, o saldo entre admissões e demissões na região registra -58 postos de trabalho com carteira assinada (-254 na microrregião Itaperuna e +196 na microrregião Santo Antônio de Pádua), o que vem a ser o resultado da diferença entre 9.555 admissões e 9.613 demissões. De janeiro a setembro do ano anterior, o número de postos de trabalho fechados foi mais elevado (567). 

Itaocara destaca-se com 498 vagas de trabalho abertas. Em seguida Italva, com 46, Natividade, com 18, e Laje do Muriaé, com 3. Nos demais municípios as perdas de vagas de trabalho variaram entre -1 e -240, tendo em Bom Jesus do Itabapoana a maior perda (-240), em seguida Miracema (-90),  Santo Antônio de Pádua (-89) e Itaperuna (-61).

Administração pública foi o setor que mais abriu vagas de trabalho: 508 (todas abertas em Itaocara. Vale ressaltar que este é o único município da região que a prefeitura municipal registra neste setor de atividade econômica as contratações e demissões de pessoal). Em seguida serviços, com 192 novos postos de trabalho (+148 na microrregião Itaperuna e +44 na microrregião Santo Antônio de Pádua); agropecuária, com 65 (+52 na microrregião Itaperuna e +13 na microrregião Santo Antônio de Pádua); e serviços de utilidade pública, com 15 (+2 na microrregião Itaperuna e +13 na microrregião Santo Antônio de Pádua). Nos demais setores os números variaram entre -5e -460, tendo se destacado comércio, com -460 (-333 na microrregião Itaperuna e -127 na microrregião Santo Antônio de Pádua);  indústria de transformação, com -205 (-40 na microrregião Itaperuna e -165 na microrregião Santo Antônio de Pádua); e construção civil, com -168 (-86 na microrregião Itaperuna e -82 na microrregião Santo Antônio de Pádua). 

Municípios compreendidos nas microrregiões do Noroeste Fluminense: Itaperuna – Bom Jesus do Itabapoana, Italva, Itaperuna, Laje do Muriaé, Natividade, Porciúncula e Varre-Sai; e Santo Antônio de Pádua – Aperibé, Cambuci, Itaocara, Miracema, Santo Antônio de Pádua e São José de Ubá. 

Obs.: postagem atualizada às13:56h para correção de erro no acumulado do ano até setembro.

quinta-feira, 27 de outubro de 2016

Apresentação da Banda Black Rio no Teatro SESI Itaperuna neste sábado

Banda Black Rio. Foto: Divulgação
Para quem curte muito samba, soul, funk e jazz fusion, a grande pedida da semana é o show da Banda Black Rio, que se apresenta dos teatros SESI da região. O grupo vai mostrar toda a sua bagagem de referências da black music em uma noite de puro swing.

Considerada uma das mais influentes e importantes do Brasil, a banda celebra os 40 anos do Movimento Black Rio com sua empolgante mistura de jazz, funk, samba e gafieira. O clima é de encontros musicais com ritmo irresistível. No repertório, o sucessos dos seis álbuns de estúdio da banda, lançados entre 1977 e 2011, e gravações feitas com grandes nomes da MPB como  Raul Seixas, Caetano Veloso e Tim Maia.

Os shows acontecem no dia 27/10 em Macaé, 28/10 em Campos e 29/10 em Itaperuna, sempre às 20h. Os ingressos custam R$34,00 ( inteira) e R$17,00 ( meia).

Com informações da Assessoria de Imprensa da Representação Regional Norte e Noroeste Fluminense, do Sistema Firjan

sábado, 22 de outubro de 2016

Itaperuna e Miracema terão 'sala' para incentivar legalização de empresas

Inauguração nas cidades do RJ serão nesta segunda-feira (24).
Objetivo de dar assistência a quem já realiza serviços de maneira informal.


Do G1 Norte Fluminense

Moradores de Itaperuna e Miracema, no Noroeste Fluminense, terão mais facilidade para legalizar micro e pequenas empresas a partir de segunda-feira (24), quando será inaugurada a "Sala do Empreendedor". O projeto, uma parceria entre o Sebrae/RJ e os municípios, tem o objetivo de dar assistência e orientação a quem já realiza serviços de maneira informal.

“Uma das grandes vantagens da sala é que o empreendedor não tem que se dirigir a vários departamentos para resolver os problemas. Os micro e pequenos empresários que se enquadram nos requisitos estabelecidos pela Lei (123/06) terão orientação e acesso a todos os procedimentos necessários à abertura da empresa”, afirma o coordenador regional do Sebrae/RJ no Noroeste, Nelson Rocha Filho.

Entre os serviços disponibilizados, estão a orientação para o Microempreendedor Individual (MEI); consulta prévia municipal; legalização no Portal do Empreendedor; emissão do carnê de pagamentos; emissão do certificado; alteração de dados cadastrais; baixa de inscrição no Portal; declaração anual; e o acesso ao microcrédito com taxas especiais.

terça-feira, 18 de outubro de 2016

A poesia de João Cabral de Melo Neto no Teatro SESI Itaperuna neste sábado

Foto: Divulgação
Considerado um dos maiores poetas da língua portuguesa, João Cabral de Melo Neto foi primeiro brasileiro a ganhar o Prêmio Camões, concedido pelos governos de Brasil e Portugal. Este grande nome da literatura brasileira é a inspiração da Companhia de Teatro Íntimo, que traz aos palcos dos teatros SESI de Macaé, Itaperuna e Campos a peça João Cabral, que entra em cartaz esta semana.

A Companhia comemora 10 anos de atividade levando ao público um olhar sobre a obra de um dos mais importantes escritores da língua portuguesa. Além de escritor, João Cabral foi também diplomata e viveu em diversos países, mas sua obra nunca deixou de refletir a realidade brasileira, em particular a nordestina, como é possível observar em algumas de suas obras mais emblemáticas, como O Cão sem Plumas e A Educação pela Pedra. Além disso, sua vivência na Espanha, especialmente na Andaluzia, também deixou marcas profundas em sua vida e sua poesia, como se vê no celebrado Sevilha Andando.
Em cena, os atores Raphael Vianna, Gaby Haviaras, Caetano O’Maihlan e Rafael Sieg, que também assina a iluminação do espetáculo, sob a direção de Renato Farias, vão proporcionar  ao público a um breve mergulho na obra e na alma de João Cabral, aproximando autor, atores e espectadores, em mais uma experiência teatral “íntima” cujo principal objetivo é experimentar um raro momento de comunhão entre os que fazem e os que assistem.
Sempre pesquisando outras linguagens, como o cinema, a literatura e, especificamente, a poesia, a Companhia de Teatro Íntimo busca a intimidade em cena através da emoção compartilhada, da comunicação direta e do estímulo a todos os sentidos da plateia.

A ligação do grupo com a poesia é antiga. A Companhia já levou aos palcos a obra de outros autores como Adélia Prado, Carlos Drummond de Andrade, Cecília Meireles,Manoel de Barros, Manuel Bandeira, Mario Quintana e Vinícius de Morais.

João Cabral será apresentada no Teatro SESI Macaé em 20/10, em Campos, no dia 21/10 e em Itaperuna, no dia 22/10, sempre às 20h. A classificação é 16 anos. O ingresso custa R$22,00 ( inteira) e R$11,00 ( meia).
 
Os ingressos já estão à venda nas bilheterias dos teatros. Pessoas com mais de 60 anos, estudantes, deficientes físicos e associados ao SESI pagam meia-entrada.

Com informações da Assessoria de Imprensa Regional Norte e Noroeste Fluminense, do Sistema Firjan

domingo, 16 de outubro de 2016

Secretariado do Governo Clovinho Tostes, no município de Miracema

Anúncio feito por Clovinho Tostes no Facebook:

Amigos (as),
Acabei de anunciar na Rádio Princesinha o secretariado. Neste primeiro momento, estaremos fazendo uma economia de cerca de 35%.
Os diretores, serão anunciados dentro de poucos dias e, também irá ocasionar economia aos cofres públicos.
Segue:
Secretário Municipal de Governo: Gilson Sales
Procurador Geral do Município: Rodrigo Corrêa
Secretário Municipal de Desenvolvimento Agrário: Manoel Gordo
Secretário Municipal de Fazenda: Márcio Menezes
Secretária Municipal de Administração: Marcelle Rangel
Secretário Municipal de Educação,Esporte e Lazer: Charles Magalhães
Secretário Municipal de Planejamento e Desenvolvimento Econômico : Adriano Rocha
Secretário Municipal de Saúde: Luiz Fernando (Cocozinho )
Secretário Municipal de Promoção e Bem Estar Social: Serginho Amim
Secretário Municipal de Obras, Urbanismo e Transporte:Ênio Bastos
Secretário Municipal de Licitações e Compras:Paulo Benedicto
Secretário Municipal de Defesa Civil e Segurança Pública: Joaquim Antunes (Quinzinho)
Tenho a plena convicção que juntos faremos um governo para todos!

quinta-feira, 6 de outubro de 2016

Desempenho das Escolas do Noroeste Fluminense no Enem 2015

Os resultados do Enem por Escola contemplam as escolas que cumpriram o critério de ter pelo menos dez alunos participantes do Enem 2015 e ter taxa de participação igual ou superior a 50%. Os resultados também contabilizam os estudantes matriculados no 3º ano do Ensino Médio Regular, declarados no Censo da Educação Básica de 2015 e que realizaram as quatro provas objetivas e a prova de redação do exame no ano passado, recebendo nota maior que zero nas objetivas e não tendo sido eliminados da redação.

No Noroeste Fluminense foram 37 escolas que tiveram as médias de cada prova objetiva (Ciências Naturais, Ciências Humanas, Matemática e Licenciatura) e da Redação calculadas pelo Inep. A média das quatro provas objetivas foi calculada pelo blog, uma vez que o Inep não calcula tal média. A média de cada prova objetiva pode ser consultada aqui 

Contextualização - Os resultados do Enem por escola devem ser considerados com cautela, uma vez que a participação dos estudantes no exame é voluntária. Diante da heterogeneidade de contextos onde as escolas estão inseridas, torna-se necessário considerar o resultado do desempenho dos alunos associado aos diferentes fatores que caracterizam estes contextos. Toda e qualquer comparação entre escolas pertencentes a contextos diferentes sem a devida ponderação entre o desempenho e os diferentes fatores intra e extra escolares a ele associados é considerada indevida. 

Indicadores - Quatro indicadores devem ser considerados: o Indicador de Nível Socioeconômico (INSE), relacionado aos alunos; e o Porte, o Indicador de Formação Docente e o Indicador de Permanência do Aluno, relacionados às escolas. O Indicador de Nível Socioeconômico possibilita, de modo geral, situar o público atendido pela escola em um estrato ou nível social, apontando o padrão de vida referente a cada um de seus estratos. Esse indicador é calculado a partir da escolaridade dos pais, da posse de bens e contratação de serviços pela família dos alunos.

O Porte da Escola é definido pela quantidade de alunos matriculados no 3º ano do Ensino Médio Regular. Já o Indicador de formação docente está relacionado aos docentes com formação superior em licenciatura na mesma disciplina que lecionam, ou bacharelado na mesma disciplina com curso de complementação pedagógica concluído. Os dados utilizados são os fornecidos pela própria unidade de ensino, por meio do Censo Escolar da Educação Básica. O Indicador de Permanência na Escola apresenta o percentual de participantes que cursaram todo o ensino médio na mesma escola em que se encontravam matriculados em 2015, de acordo com o Censo Escolar.


domingo, 2 de outubro de 2016

Candidatos a vereador em Miracema que não tiveram seus votos validados devido à sua situação jurídica ou à do seu partido


Resultado das votações para vereador de Miracema



* Eleito
# O candidato não teve seus votos validados devido à sua situação jurídica ou à do seu partido.

Clovinho Tostes é o novo prefeito de Miracema


Situação dos candidatos a vereador de Miracema - TSE versão 01/10/2016 19:31

Os 2 candidatos que renunciaram e os 6 que foram indeferidos constam no início da tabela. 11 candidatos ainda constam como indeferidos com recurso. 129 candidatos foram deferidos.

 

sexta-feira, 30 de setembro de 2016

Noroeste Fluminense abre 147 postos de trabalho com carteira assinada em agosto

Em agosto, 147 postos de trabalho com carteira assinada foram abertos na região (+103 na microrregião Itaperuna e +44 na microrregião Santo Antônio de Pádua), o que vem a ser o resultado da diferença entre 1.165 admissões e 1.018 demissões, conforme os registros feitos pelos empregadores no Caged (Cadastro Geral de Empregados e Desempregados, do Ministério do Trabalho). Neste mesmo mês de 2015, foram fechados 15 postos de trabalho na região.

De acordo com a Tabela I, em Itaperuna foram abertas 137 novas vagas, em seguida 29 em Itaocara, 27 em Santo Antônio de Pádua e 20 em Italva. Nos demais municípios da região o saldo entre admissão e demissão variou entre 3 postos de trabalho gerados em Aperibé e 30 fechamentos de vagas em Bom Jesus do Itabapoana. 

Conforme a Tabela II, o setor serviços foi responsável por 98 novos postos de trabalho (+77 na microrregião Itaperuna e +21 na microrregião Santo Antônio de Pádua). Em seguida indústria de transformação, com 34 novas vagas abertas (-8 na microrregião Itaperuna e +42 na microrregião Santo Antônio de Pádua), e agropecuária, com 32 novos postos de trabalho criados (+15 na microrregião Itaperuna e +17 na microrregião Santo Antônio de Pádua). Nos demais setores de atividade econômica o saldo de empregos variaram entre 5 e -17, tendo construção civil -17 (+11 na microrregião Itaperuna e -28 na microrregião Santo Antônio de Pádua) e extração mineral -8 (-5 na microrregião Itaperuna e -3 na microrregião Santo Antônio de Pádua). 

No acumulado do ano até agosto, o saldo entre admissões e demissões na região registra - 52 postos de trabalho com carteira assinada (-309 na microrregião Itaperuna e +257 na microrregião Santo Antônio de Pádua), o que vem a ser o resultado da diferença entre 8.626 admissões e 8.678 demissões. De janeiro a agosto do ano anterior, o número de postos de trabalho fechados foi mais elevado (434). 

Itaocara lidera com 520 vagas de trabalho abertas. Em seguida Italva, com 40, e Natividade, com 17. Nos demais municípios as perdas de vagas de trabalho variaram entre -4 e -214, tendo nos três maiores municípios da região (Itaperuna, Santo Antônio de Pádua e Bom Jesus do Itabapoana) os números mais representativos, respectivamente, -116, -85 e -214. 

Administração pública foi o setor que mais abriu vagas de trabalho: 507 (todas abertas em Itaocara). Em seguida serviços, com 226 postos de trabalho abertos (+158 na microrregião Itaperuna e +68 na microrregião Santo Antônio de Pádua); agropecuária, com 57 (+45 na microrregião Itaperuna e +12 na microrregião Santo Antônio de Pádua); e serviços de utilidade pública, com 14 (+1 na microrregião Itaperuna e +13 na microrregião Santo Antônio de Pádua). Nos demais setores os números variaram entre -7 e -497, tendo se destacado comércio, com -497 (-356 na microrregião Itaperuna e -141 na microrregião Santo Antônio de Pádua);  indústria de transformação, com -207 (-74 na microrregião Itaperuna e -133 na microrregião Santo Antônio de Pádua); e construção civil, com -145 (-86 na microrregião Itaperuna e -59 na microrregião Santo Antônio de Pádua). 

Municípios compreendidos nas microrregiões do Noroeste Fluminense: Itaperuna – Bom Jesus do Itabapoana, Italva, Itaperuna, Laje do Muriaé, Natividade, Porciúncula e Varre-Sai; e Santo Antônio de Pádua – Aperibé, Cambuci, Itaocara, Miracema, Santo Antônio de Pádua e São José de Ubá. 

quinta-feira, 29 de setembro de 2016

Situação dos candidatos a vereador em Miracema - TSE versão 29/09/2016 07:41

O número de candidatos indeferidos com recurso cai para 27. Candidatos indeferidos são 6 e deferidos 112. Um candidato está pendente de julgamento e 2 renunciaram.



Eleições 2016: candidato para ser diplomado precisa estar com registro aprovado

Os candidatos das Eleições Municipais 2016 que concorrerem neste domingo (2) com o registro indeferido e que tenham ingressado com recurso não terão seus votos computados, salvo se houver decisão final pelo deferimento de seus registros. Isso significa que, mesmo que tenham recebido votação suficiente para serem eleitos, somente terão seus votos contabilizados e poderão ser diplomados se tiverem seus registros aprovados pela Justiça Eleitoral.

Conforme jurisprudência consolidada do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), não se computam para a legenda os votos dados aos candidatos com os registros indeferidos à data da eleição, ainda que a decisão no processo de registro só transite em julgado após o pleito. Apesar de não serem contabilizados, os votos dos candidatos nessa situação ficarão armazenados separadamente e poderão ser consultados por eleitores e demais interessados.

Se após o pleito o juízo eleitoral proferir decisão pelo deferimento dos registros desses candidatos, os votos recebidos por eles passarão a ser computados. Dessa forma, na hipótese de o concorrente ter obtido votação suficiente para ser eleito, ele deverá ser diplomado pela Justiça Eleitoral. A diplomação dos candidatos eleitos deverá ocorrer até o dia 19 de dezembro.

Caso a decisão seja pelo indeferimento do registro, os votos recebidos serão anulados pela Justiça Eleitoral, em conformidade com o parágrafo 3º do artigo 175 do Código Eleitoral (Lei nº 4.737/1965). O dispositivo estabelece que: “Serão nulos, para todos os efeitos, os votos dados a candidatos inelegíveis ou não registrados”.

Votos nulos X votos anulados

Os votos anulados pela Justiça Eleitoral em consequência de decisão final pelo indeferimento de registro de candidatura podem acarretar novas eleições na seguinte situação: se a nulidade atingir a mais de metade dos votos do país nas eleições presidenciais, do estado nas eleições federais e estaduais ou do município nas eleições municipais. Nestes casos, deverão ser julgadas prejudicadas as demais votações e o respectivo tribunal marcará dia para nova eleição dentro do prazo de 20 a 40 dias.

A regra está prevista no artigo 224 do Código Eleitoral, que sofreu algumas mudanças com a Reforma Eleitoral de 2015 (Lei nº 13.165). Uma das alterações está prevista no parágrafo 3º do dispositivo, segundo o qual deverão ser realizadas novas eleições sempre que houver, independentemente do número de votos anulados e após o trânsito em julgado, “decisão da Justiça Eleitoral que importe o indeferimento do registro, a cassação do diploma ou a perda do mandato de candidato eleito em pleito majoritário”.

No caso de serem realizadas novas eleições, elas deverão ser: indiretas [escolha do representante pelo respectivo Poder Legislativo], se a vaga do cargo surgir a menos de seis meses do final do mandato; ou diretas, nos demais casos.

Já os votos nulos são consequência da digitação, pelo eleitor, de um número que não corresponda a nenhum dos candidatos registrados naquela eleição. Em resumo, são votos considerados não válidos, assim como os votos em branco, e, por isso, não são computados para nenhum candidato. Cabe ressaltar que apenas os votos válidos são contabilizados.

EM/LC
Gestor Responsável: Assessoria de Comunicação +

Site do TSE


Site do TSE fornece local de votação do eleitor

No site do TSE tem consulta que fornece o endereço do local de votação do eleitor, desde que seja fornecido o nome completo, data de nascimento e nome da mãe. A resposta da consulta mostra também o número do título do eleitor, zona e seção.  Clique aqui para acessar a página da referida consulta.