quarta-feira, 31 de outubro de 2012

FIRJAN apresenta programa de cursos do Prominp em Itaperuna

 Na primeira fileira: prefeitos eleitos de Pádua, Josias Quintal, de Miracema, Juedyr Orsay, e de Itaperuna, Alfredão

Capacitações no setor de petróleo e gás serão oferecidos pelo SENAI

O Sistema FIRJAN realizou nesta quarta-feira, 31 de outubro, na sede da FIRJAN Noroeste, uma apresentação sobre o Prominp (Programa de Mobilização da Indústria Nacional de Petróleo e Gás Natural), um programa do Governo Federal para o fomento da indústria que atende ao setor de petróleo e gás. Nos municípios da região serão realizados cursos de capacitação de profissionais para o setor de petróleo e gás.

A apresentação foi realizada para as prefeituras do Noroeste Fluminense, contando com seus representantes, incluindo os prefeitos eleitos de Itaperuna, Santo Antônio de Pádua e Miracema. O foco foi mostrar o que o programa estará oferecendo à população da região e qual será a participação do poder público nesta parceria.

Na apresentação foi explicado o funcionamento do Prominp, que foi lançado em 2003 pelo Governo Federal no intuito de promover a competitividade industrial às empresas para atenderem ao segmento de petróleo. Dentro deste trabalho, foi iniciado um programa de capacitação de mão de obra, que agora será oferecido também no Noroeste Fluminense, inicialmente no município de Itaperuna em 2013, sendo que a quantidade de vagas e os cursos oferecidos ainda estão sendo definidos. 

Esta será a primeira vez em que cursos do Prominp serão ministrados diretamente em um município da região. Estas qualificações serão realizadas através do SENAI, atendendo gratuitamente a pessoas com mais de 18 anos e, no caso de alunos desempregos, estes receberão uma bolsa para participar dos cursos.
______________________
Mais informações
Sistema Firjan – Assessoria de Imprensa
(22) 3824-6500
Twitter: @sistemafirjan
 

Cursos no SENAI de Itaperuna em novembro


Três turmas serão iniciadas durante o mês

O Sistema FIRJAN inicia no mês de novembro três novas turmas no SENAI de Itaperuna. Serão oferecidos os cursos de NR 10 – Básico, Excel Avançado e Montagem e Configuração de Microcomputadores.

O Curso de NR-10 Básico tem carga horária de 40 horas e será iniciado em 7 de novembro. As aulas acontecem de quarta a sexta-feira, de 18h às 22h. O de Excel Avançado também tem carga horária de 40 horas e começa em 8 de novembro. As aulas serão ministradas terças e quintas, de 18h às 22h.

Já o curso de Montagem e Configuração de Microcomputadores tem carga horária de 90 horas e a primeira aula será em 10 de novembro. As aulas serão realizadas aos sábados, de 09h às 13h.

O SENAI de Itaperuna está localizado na Av. Zulamith Bittencourt, 190 – Centro. Para maiores informações, o interessado pode entrar em contato pelo tel (22) 3820-1760.
______________________
Mais informações
Sistema Firjan – Assessoria de Imprensa
(22) 3824-6500
Twitter: @sistemafirjan

terça-feira, 30 de outubro de 2012

Secretariado do Governo Juedyr Orsay


O prefeito eleito de Miracema, Juedyr Orsay, anunciou hoje, pela manhã, na Rádio Princesinha do Norte, os nomes dos titulares das pastas de seu governo:

Procuradoria: Marcelle Rangel Nepomuceno de Carvalho

Corregedoria: Simone de Paula Cardoso Marques 

Assessoria Especial: José Carlos Cabreira

Secretaria de Governo: Eduardo Lúcio Tostes Botelho (Dadade)

Planejamento: Marcus Felipe Mercante Linhares

Agricultura: Marcus Leitão Linhares

Meio Ambiente: Emerson Luiz Pereira

Controladoria Interna: Douglas Guedes

Administração: Osvaldo Nunes de Souza Filho

Fazenda: João Antônio Serri

Saúde: Alexandre Barbosa Machado

Promoção Social: Pastor Jucá

Educação: Ana Veiga

Transporte: Joenilton Camargo Pinto

Obras: Luiz Godoy Neto

Itaocara e São Sebastião do Alto recolhem embalagens de agrotóxicos


Quatro toneladas de embalagens vazias de agrotóxicos foram recolhidas nos municípios de São Sebastião do Alto e Itaocara, durante a campanha de recolhimento realizada na ultima semana, conjuntamente pela secretaria de Agricultura e Pecuária (Defesa Agropecuária e Emater-Rio), prefeituras locais, Sindicato Rural de São Sebastião do Alto e Associação dos Revendedores de Agrotóxicos da Região Serrana Fluminense (Arasef).

Em Itaocara, no Noroeste Fluminense, é a quinta vez que a campanha acontece, sempre acompanhada de um grande trabalho de conscientização junto aos agricultores e também nas escolas.

- A campanha nas unidades de ensino surte efeito porque as crianças transmitem as informações aos pais. Além disso, elas também fiscalizam e cobram a atitude correta - diz Mateus Aguiar, extensionista da Emater-Rio.

Os agentes municipais de saúde também foram mobilizados e repassaram as instruções nas visitas domiciliares.
 
Há dez anos, o descarte era feito de outra forma no município. Naquela época, era comum construir um cemitério de resíduos e enterrar as embalagens na propriedade. Hoje já se sabe que isso prejudica seriamente o ambiente. Muitos agricultores deixavam os vasilhames espalhados na lavoura, jogavam nos córregos, queimavam e alguns até reaproveitavam para usos diversos, colocando a saúde em risco.

Já em São Sebastião do Alto, na Região Serrana, dois caminhões coletores da prefeitura percorreram onze localidades dos quatro distritos do município durante a sexta edição da campanha.

As quatro toneladas de embalagens recolhidas nos dois municípios foram levadas para o posto de recolhimento de Ponto de Pergunta, distrito de Itaocara, inaugurado recentemente.

O coordenador de Defesa Sanitária Vegetal, da secretaria de Agricultura, Renato Machado Ferreira, afirmou que a unidade ajudará no trabalho de fiscalização.

- Esta é uma grande conquista, fruto do trabalho de órgãos públicos e da iniciativa privada. Agora ficou mais fácil para o agricultor cumprir a legislação, porque existe um local apropriado para a devolução das embalagens - disse Renato.

Atualmente, a legislação federal determina que as empresas produtoras e comercializadoras de defensivos agrícolas implementem, com a colaboração do poder público, programas educativos e mecanismos de controle e estímulo aos usuários, para a devolução de embalagens vazias. Já os agricultores também possuem deveres, como o armazenamento dos produtos em recipientes originais, fora do alcance de crianças e animais e em locais trancados.

Outro procedimento requerido é a tríplice lavagem ou a lavagem sob pressão, antes do recolhimento. Os produtores só devem comprar os defensivos químicos com receituário agronômico e prescrição de uso, em estabelecimentos licenciados para venda. No ato da devolução, as embalagens devem estar ensacadas e identificadas com o nome do agricultor. Só assim ele receberá o comprovante de devolução.

Fonte: Imprensa RJ

segunda-feira, 29 de outubro de 2012

Efetivos dos rebanhos de médio porte do Noroeste Fluminense - 2011


Segundo pesquisa realizada pela Coordenação de Agropecuária, da Direção de Pesquisas do IBGE, em 2011 a principal criação de animais de médio porte no Noroeste Fluminense foi a de porco. O rebanho suíno apresentou mais do dobro de cabeças do que os demais rebanhos de médio porte (caprino e ovino) da região.

São José de Ubá foi o principal criador de suínos, com 21,89% do rebanho da região. Em seguida, Santo Antônio de Pádua, com 12,26%, Itaperuna, com 11,94%, Miracema, com 10,51%, ...

Em relação aos rebanhos de caprino e ovino, Itaperuna apresentou as maiores criações da região, com 36,44% e 26,44%, respectivamente. Em seguida, Cambuci, com 14,13% e 22,41%, respectivamente.  Nos demais municípios as criações destes animais representaram menos de 10% dos totais destes rebanhos da região.



O blog tem procurado divulgar informações estatísticas relacionadas à agropecuária dos municípios do Noroeste Fluminense, com o objetivo de formar um banco de dados, para que com base nestas informações se possa deixar bem clara as vocações de cada lugar e abrir discussões que visem o aprimoramento e crescimento agropecuário dos municípios da região.

A idéia é mostrar as experiências de cada município, sejam elas bem sucedidas ou não. Se for bem sucedida, ótimo, se não for, pelo menos serviu para mostrar isto, para que haja políticas públicas visando às devidas correções naquele segmento.

A agropecuária na região tem raízes históricas e dela dependem muitas famílias, por isso deve ter atenção especial dos governos de todas as esferas, para que haja políticas voltadas para o melhoramento da produtividade e competitividade dos segmentos vocacionais de cada lugar.

Cafeicultores de Porciúncula e Varre-Sai recebem Secadores do Rio Rural

´
O uso de secadores rotativos pode reduzir de um mês para dois dias o processo de secagem do café, além de melhorar a qualidade e segurança alimentar do produto. De difícil acesso para o pequeno produtor, devido ao custo aproximado de R$ 31 mil, entre aquisição e instalação, o programa Rio Rural, da Secretaria de Agricultura, instalou sete secadores rotativos de café para atender grupos organizados de agricultores familiares, através de subprojetos grupais, nos dois municípios que mais produzem café no estado: Varre-Sai e Porciúncula.

Em Varre-Sai, maior produtor de café do estado, foram instalados três secadores. Para João Batista Fabri, dono do sítio Boa Sorte, o benefício maior é a independência dos agricultores.
 
- Para usar um secador particular, temos de esperar que ele termine de secar sua produção. Agora podemos utilizar o equipamento na hora que precisamos - disse Batista, que mora na microbacia Inverno, onde o secador beneficiou 500 sacas de café na última safra, produzidos por oito agricultores.
 
Neste grupo, a organização comunitária chama a atenção. A associação dos pequenos produtores rurais de Ribeirão do Inverno, fundada há cerca de 10 anos, estava dispersa, mas se fortaleceu com o apoio do Rio Rural, através das reuniões do Cogem.
 
- Os produtores perceberam que juntos podem ir mais longe - afirmou Manoel Duarte Ramos Filho, técnico da Emater-Rio e executor do Rio Rural.
 
Mais qualidade, maior valor venal
Na microbacia Bonsucesso, em Porciúncula, quatro produtores utilizaram o secador instalado pelo Rio Rural, beneficiando, juntos, cerca de 300 sacas. Dono do sítio Lajinha, Luís Gonzaga Fabri produz café há 35 anos e pela primeira vez pôde usar o equipamento. Ele conta que, com a secagem mecânica, o preço da saca aumentou 50 reais.
 
- Este dinheiro vai dar mais qualidade de vida pra minha família, e também será investido no sítio - explicou Gonzaga, que tem uma nascente protegida com apoio do Rio Rural.
 
Perto dali, na microbacia Arataca, outro secador beneficiou 15 produtores e processou 500 sacas de café, no total. Além dos quatro agricultores que se uniram para a implantação do subprojeto grupal, o equipamento pôde atender outros 11 cafeicultores da localidade.
 
- Não havia secador nas proximidades. Além disso, aqui o produtor paga uma taxa de uso que é inferior ao valor praticado no mercado - contou Marcos Fernando Pelegrini, membro do Cogem e da associação local.
 
A taxa foi estipulada pelos próprios agricultores, em todas as localidades beneficiadas com o equipamento. São R$ 15 por hora, para custear o gasto com energia elétrica, lenha, operador e uma reserva para manutenção. O valor cobrado pelos prestadores de serviço nesta área é de R$ 25 por hora.
 
Ciclo bianual
A cultura do café é bianual. Quando produz muito em um ano, no ano seguinte tem uma safra menor. Luis Gonzaga Fabri, por exemplo, colheu 180 sacas este ano, e espera colher 300 sacas no ano que vem. Ele estima que o secador instalado na microbacia Bonsucesso processe, no mínimo, 800 sacas de café em 2013.
 
Engenheiro agrônomo da Emater-Rio de Porciúncula, Cristiano Catheringer foi responsável pela instalação dos equipamentos e dá assistência aos cafeicultores para garantir a boa safra.
 
- A análise do solo é indispensável. Ela mostra o tipo e a quantidade do adubo que deverá ser usado na lavoura. Além disso, fazemos correção com calcário de 3 em 3 anos, e cuidamos da prevenção de pragas e doenças no cafezal - ressaltou o agrônomo.
 
Em Porciúncula, foram instalados quatro secadores rotativos de café, mas a demanda ainda é grande. No local, estão sendo elaborado 20 novos subprojetos grupais para instalação de secadores.

domingo, 28 de outubro de 2012

Prefeitos eleitos no 2º turno no Estado do Rio



CIDADE
PREFEITO/PARTIDO
% VOTOS VÁLIDOS
Belford Roxo
Dennis Dauttmam (PC do B)
61,46%
Duque de Caxias
Alexandre Cardoso (PSB)
51,51%
Niterói
Rodrigues Neves (PT)
52,55%
Nova Iguaçu
Nelson Bornier (PMDB)
55,30%
Petrópolis
Rubens Bomtempo (PSB)
56,05%
São Gonçalo
Neilton Mulim (PR)
56,78%
Volta Redonda
Neto (PMDB)
55,15%


Fernando Haddad (PT) venceu na maior cidade do país, São Paulo, com 55,57% dos votos válidos.

sábado, 27 de outubro de 2012

Encontro de Violeiros em Recreio/MG


Bom dia!
Convidamos os amigos violeiros de Miracema e região para participarem deste evento.
Maiores informações entre em contato.
Att,
Leonardo Ribeiro da Silva
Editor-redator do Jornal Pólis de Recreio
(32) 9957-2043

sexta-feira, 26 de outubro de 2012

Produção de ovos e efetivos dos rebanhos de pequeno porte do Noroeste Fluminense – 2011



Segundo pesquisa realizada pela Coordenadoria de Agropecuária do IBGE, em 2011 os municípios do Noroeste fluminense produziram 607 mil dúzias de ovos de galinha e 35 mil dúzias de ovos de codorna, o que proporcionou para os produtores 1,96 milhão de reais, conforme pode ser observado na Tabela I abaixo.

Com produção de 122 mil dúzias de ovos de galinha e faturamento de 425 mil reais, Miracema foi o maior destaque da região. Os destaques seguintes na produção de ovos de galinha: Itaperuna, com 98 mil dúzias e faturamento de 275 mil reais; Santo Antônio de Pádua, com 83 mil dúzias e faturamento de 248 mil reais; Bom Jesus do Itabapoana, com  75 mil dúzias e faturamento de 225 mil reais; ...

Em média, a dúzia de ovos produzidos em Miracema rendeu R$ 3,48, enquanto a de Itaperuna rendeu R$ 2,81, a de Santo Antônio de Pádua rendeu R$ 2,99, a de Bom Jesus do Itabapoana rendeu R$ 3,00 e a da região NOF rendeu R$ 3,14. A produção de ovos caipira de Miracema pode explicar a maior média de faturamento por dúzia conseguida pelo município.

Outro fator que coloca a produção de ovos de galinha de Miracema em destaque é a produtividade do rebanho de galinhas. Em média, cada galinha de Miracema pôs 19,93 dúzias de ovos em 2011, enquanto na região pôs 8,29 dúzias. No cálculo das médias referidas anteriormente levou-se em consideração apenas o efetivo de galinhas descrito na Tabela II.

Com 94% da produção de ovos de codorna da região, Itaperuna foi, basicamente, o único produtor.


O maior rebanho de galináceos da região foi registrado em Santo Antônio de Pádua (17,93%), em seguida Miracema (17,52%), Itaperuna (9,87%), ...


A criação de galináceos na região é predominante na agropecuária familiar. Os dados acima devem servir de base para orientar políticas voltadas para os pequenos produtores rurais. Podemos observar nestes dados vocações de cada município, como a produção de ovos de galinha em Miracema, que poderiam ser expandidas e organizadas através de políticas públicas que visem o aprimoramento das tendências vocacionais do pequeno produtor rural do Noroeste fluminense. 

quinta-feira, 25 de outubro de 2012

DPU vai apurar se houve responsabilidade da ANTT em acidente de ônibus no Rio

A Defensoria Pública da União (DPU) no Rio de Janeiro (DPU/RJ) vai apurar se há responsabilidade da Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT) no acidente do ônibus da Viação 1001 ocorrido na Rodovia Rio-Teresópolis (BR-116), na última segunda-feira (22). O acidente deixou 15 mortos e 14 feridos.

O defensor público federal Daniel Macedo, titular do 2° Ofício de Direitos Humanos e Tutela Coletiva da defensoria, disse hoje (25) à Agência Brasil que é competência da agência fiscalizar o transporte estadual e interestadual. O grande número de autos de infrações aplicados à Viação 1001, somente este ano, despertou o interesse da defensoria em apurar o acidente.

“O fato é que a própria ANTT afirmou que tinha feito uma vistoria nesse ônibus pouco antes de ele sair de seu destino. Somado a isso, existe o fato de essa empresa [Viação 1001] ter cerca de 700 autos de infração, sendo 183 autos aplicados pela ANTT”, explicou.

Macedo ressaltou que é preciso averiguar também se a agência está preparada para fiscalizar os ônibus de forma adequada. “O que a gente tem que verificar é se a ANTT tem estrutura suficiente para vistoriar todos os ônibus. Se não tem, ela precisa se estruturar. Há a necessidade de uma fiscalização mais aprofundada, verificar se os pneus estão fora das condições de uso. Olhar se o banheiro do ônibus têm condições de higiene, isso não é suficiente”, ressaltou o defensor.

A ANTT foi procurada para falar sobre o assunto, mas até o fechamento da matéria não havia se pronunciado.

A Viação 1001 informou, em nota, que representantes da empresa foram a hospitais onde vítimas no acidente estão internadas para dar assistência aos parentes e que todos os procedimentos para apoio estão em andamento. Já sobre a apuração de responsabilidade pela Defensoria Pública da União, a empresa disse que não vai se pronunciar.

Quatorze pessoas continuam internadas, 12 em Teresópolis e duas no Hospital Municipal Miguel Couto, na zona sul da capital fluminense.

As causas do acidente estão sendo investigadas pela Polícia Civil e pela Polícia Rodoviária Federal. O laudo pericial que pode esclarecer as causas do acidente deve ficar pronto em 15 dias. As principais hipóteses são defeito mecânico ou falha do motorista. 

Fonte: Agência Brasil

Uso de cinto de segurança pode salvar vidas


Dia destes, peguei um ônibus na Rodoviária Novo Rio para ir a Miracema. Em um trecho do caminho, entrou neste veículo um inspetor da empresa de ônibus (Viação 1001) para executar seu trabalho. Quando o inspetor, que vinha percorrendo o corredor do veículo observando os assentos ocupados por passageiros, passou por mim, se ateve por mais segundos do que em relação aos demais passageiros. Aquele comportamento do inspetor intrigou-me um pouco: pensei que ele poderia ter achado que eu não teria bilhete de passagem, o que me fez palpar os bolsos para confirmar que o havia guardado, pois, distraído como sou, poderia o ter perdido ou até mesmo jogado fora.

Horas mais tarde, ao levantar-me do assento e percorrer o corredor para ir ao banheiro, que fica localizado no fundo do ônibus, pude entender melhor aquela fitada do inspetor em frente ao meu assento. Ninguém, a não ser eu, havia afivelado o cinto de segurança, o que, certamente, havia chamado a atenção do inspetor: único passageiro que cumpria a lei de segurança e, consequentemente, zelava pela preservação da vida caso viesse a ocorrer algum acidente. O uso do cinto de segurança não vai impedir que haja o acidente, porém pode ajudar muito na redução da gravidade de lesões e de mortes.

Naquele momento, pude perceber que a lei que obriga o uso do cinto de segurança nas linhas intermunicipais e interestaduais de ônibus (Artigo 105 do Código de Trânsito Brasileiro) não havia sido assimilada pela maioria dos passageiros, assim como observei também que o inspetor da empresa não chamava a atenção dos infratores de tal lei.

No acidente ocorrido na segunda-feira passada com o ônibus da empresa citada que deveria fazer o percurso Itaperuna – Rio, onde morreram 15 pessoas e feriram outras 12, tem relatos que o motorista, ao perceber a iminência do acidente, pediu que os passageiros afivelassem os cintos, no entanto a maioria preferiu levantar dos assentos e se dirigir ao fundo do ônibus. Este comportamento dos passageiros certamente contribuiu para maior agravamento das vítimas.

A passageira Maria Célia Dinez, de 60 anos, uma das vítimas do ônibus acidentado, salvou sua vida por estar usando o cinto de segurança.   

quarta-feira, 24 de outubro de 2012

Programação do Teatro FIRJAN/SESI de Itaperuna em novembro


Apresentação do Ballet do SESI será uma das atrações do mês

O Sistema FIRJAN apresente neste mês de novembro, no Teatro FIRJAN/SESI de Itaperuna, uma apresentação do Ballet do SESI de Itaperuna, com o espetáculo “Première Décennie”, uma montagem da retrospectiva dos 10 anos do Ballet. No mês também haverá uma homenagem ao Dia Nacional da Cultura e uma peça infantil.


DIA NACIONAL DA CULTURA

JORGE AMADO EM ACORDES BRASILEIRÍSSIMOS

Nos 100 anos do ilustre mestre das letras, a cantora Lene Moraes preparou um show com as canções que foram temas das novelas, minisséries e dos filmes que imortalizaram algumas de suas obras.

Data e Hora: 9/11 às 20h
Ingressos: Entrada franca.
Classificação: 16 Anos

Ficha Técnica:

Voz: Lene Moraes
Violão: Renato Arpoador
Cavaquinho: Túlio
Sax e flauta: Wagner Moreira
Percuteria: Júnior Silva
Percussão: Alfeu e Leonardo
Baixo elétrico e acústico: Luciano Carvalho
Violinos e violoncelos: Músicos da Orquestra do Centro de Cultura
Direção musical: Renato Arpoador


PREMIÈRE DÉCENNIE 


ESPETÁCULO DA OFICINA DE BALLET CLÁSSICO DO SESI

“Première Décennie” é um espetáculo com remontagens de coreografias que marcaram a evolução do Ballet do SESI, que comemora 10 anos em 2012.

Data e hora: 23, 24 e 25/11, às 20h
Ingressos: R$ 20,00
Classificação: 16 anos

Ficha técnica:
Coreografias: Cecília Janotti e Rebeca Picanço Rodrigues
Corpo de baile: Ballet do SESI
Produção executiva: Olga Acosta

O HOMEM QUE AMAVA CAIXAS


O AMOR ENTRE PAI E FILHO

Com um cenário composto por caixas, o espetáculo mistura atores, bonecos, máscaras e canto, em uma emocionante história de amor entre pai e filho.

Data e hora: 14/11, às 15h
Ingressos: R$ 10,00
Classificação: Livre

Ficha técnica:
Autoria: Stephen Michael King
Direção: Gustavo Bicalho e Henrique Gonçalves
Elenco: Bruno Oliveira, Márcio Nascimento e Marise Nogueira
Desenho de luz: Jorginho de Carvalho
Musical original e desenho de som: Daniel Belquer
______________________
Mais informações
Sistema Firjan – Assessoria de Imprensa
(22) 3824-6500
Twitter: @sistemafirjan

Garotinho pode se consolidar para disputa do Rio em 2014 após eleições municipais



O resultado das urnas nas sete cidades fluminenses onde haverá segundo turno para as eleições municipais no próximo domingo (28) poderá consolidar o retorno de um nome muito conhecido à linha de frente da política do Rio de Janeiro. Embalado pela vitória obtida em 25 cidades do interior no primeiro turno e livre, até segunda ordem, de seus problemas com a Justiça, o ex-governador Anthony Garotinho, atualmente deputado federal pelo PR, surge como nome forte para a disputa pelo governo do estado em 2014, apesar do fracasso de sua aliança com o ex-prefeito Cesar Maia (DEM) na capital.
No segundo turno, Garotinho tem chances de vitória em cidades politicamente importantes como São Gonçalo, segundo maior colégio eleitoral do Estado, Volta Redonda e Belford Roxo. Nos três casos, os candidatos do PR ou apoiados pelo partido enfrentarão adversários do PMDB ou de partidos que compõem a base do governador Sérgio Cabral. A disputa antecipa 2014, quando Garotinho deverá ter como adversário o vice-governador Luiz Fernando Pezão (PMDB), que conta com o apoio de Cabral. Outro virtual candidato ao governo estadual é o senador petista Lindbergh Farias.
Em São Gonçalo, Neilton Mulin (PR) enfrenta Adolfo Konder (PDT), que tem o apoio de Cabral após a derrota da candidata do PMDB no primeiro turno. Em Volta Redonda, o prefeito Antônio Francisco Neto (PMDB) tenta a reeleição contra Jorge Zoinho (PR). Em Belford Roxo, Dennis Dauttman (PCdoB), com o apoio do governador, enfrenta o ex-pagodeiro e pastor evangélico Waguinho (PRTB), aliado de Garotinho.
Nas duas cidades mais importantes da Baixada Fluminense, os candidatos apoiados por Cabral no segundo turno são peemedebistas que já foram aliados de Garotinho quando este governava o Rio e presidia o partido. Por isso, em caso de duelo entre o ex-governador e o PMDB em 2014, é impossível prever o comportamento tanto de Nelson Bornier (Nova Iguaçu) quanto de Washington Reis (Duque de Caxias), fato que leva Garotinho a apoiá-los, ainda que de forma discreta, contra Sheila Gama (PDT) e Alexandre Cardoso (PSB), respectivamente.
Com candidatos da própria legenda, o PR venceu no primeiro turno em apenas seis municípios fluminenses, mas candidaturas apoiadas por Garotinho venceram em outros 19 municípios, fortalecendo o ex-governador, sobretudo nas regiões Norte e Noroeste do Estado, seu maior reduto político.
A principal vitória do grupo de Garotinho aconteceu em Campos, onde sua mulher, a prefeita Rosinha Garotinho (PR), foi reeleita com 70% dos votos. Enquadrada na Lei de Ficha Limpa, a ex-governadora chegou a ter sua candidatura indeferida durante a campanha, mas uma liminar concedida pelo ministro Marco Aurélio Mello no Supremo Tribunal Federal (STF) permitiu que concorresse. Seu caso ainda vai a plenário.

Problemas com a Justiça
Rosinha tem duas condenações no Tribunal Regional Eleitoral do Rio de Janeiro (TRE-RJ) por uso indevido dos meios de comunicação e abuso de poder econômico nas eleições de 2008. Tornada inelegível por três anos, assim como Garotinho, a prefeita de Campos obteve liminar no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) para continuar no cargo. Seu caso até hoje está em suspenso, sem ter sido julgado no TSE, da mesma forma que a ação no STF relacionada à Lei de Ficha Limpa. Nesta última, se condenada pelo Supremo, Rosinha estará inelegível por oito anos a partir da data da condenação.
Mesmo as incertezas do casal Garotinho em relação à Justiça foram amenizadas na quarta-feira, quando o STF rejeitou por seis votos a um a denúncia contra o ex-governador por participação em um esquema de compra de votos nas eleições de 2004 para a Prefeitura de Campos, quando Rosinha governava o Rio e o candidato a prefeito era Geraldo Pudim (PMDB). Garotinho não comentou a decisão do STF publicamente ou em seu blog, mas pessoas próximas ao ex-governador comemoraram uma vitória na Justiça que, aliada ao novo fôlego dado pelas urnas, o credenciam para pleitear novamente o Governo do Estado.
Em outra frente, no entanto, o Ministério Público Federal obteve na véspera da votação do primeiro turno uma liminar bloqueando todos os bens de Garotinho, Rosinha e mais 17 pessoas, acusadas de desviarem R$ 1 milhão dos cofres públicos estaduais para irrigar campanhas eleitorais entre 1999 e 2006, período em que o casal governou o Rio. Indagados sobre essa ação em meio à comemoração pela reeleição de Rosinha em Campos, os ex-governadores se disseram “vítimas de perseguição política” e garantiram aos jornalistas que seus bens não estão bloqueados.

Sem Cesar
Apesar da análise positiva do quadro formado pelas eleições municipais, Garotinho já deu sinais de que irá abandonar um projeto que imaginou como um dos alicerces para seu retorno em 2014: a aliança com o ex-prefeito Cesar Maia, antigo – e ferrenho – adversário na política estadual. O acordo entre os dois caciques parece não ter sido bem assimilado pelo eleitorado carioca, e a chapa para a Prefeitura do Rio formada pelos herdeiros Rodrigo Maia (DEM) e Clarissa Garotinho (PR) naufragou nas urnas, chegando em terceiro lugar com apenas 2,94% dos votos válidos.
Tão logo saiu o resultado das eleições no Rio, Garotinho iniciou suas críticas à campanha da dobradinha com o DEM na capital: “Eu propus, assim que firmamos a aliança e também no início da campanha eleitoral, que eles (Rodrigo e Clarissa) se dedicassem a buscar o nosso eleitor, o eleitor do Garotinho, que é um eleitorado de massa. No entanto, eles preferiram buscar os eleitores do Cesar Maia na Zona Sul. A campanha deu no que deu”, disse.
Durante a campanha, Garotinho praticamente não participou de atividades de rua e somente apareceu no programa de tevê de Rodrigo no dia 17 de setembro, já na reta final da campanha eleitoral. Ainda assim, o momento em que o ex-governador mais se fez notar aconteceu quando fez o que julgou ser uma crítica ao prefeito Eduardo Paes (PMDB), dizendo que ele “vai a passeatas gay de manhã e depois vai à igreja evangélica dar glória a Deus”. O prefeito, que foi reeleito no primeiro turno, obteve direito de resposta no programa da aliança DEM/PR e a posição de Garotinho mereceu o repúdio dos movimentos sociais, fato que não contribuiu para o fortalecimento da aliança com Cesar.

Fonte: Correio do Brasil de ontem (23/10)

terça-feira, 23 de outubro de 2012

André Codeço se apresenta no Teatro FIRJAN/SESI de Itaperuna nesta sexta

Músico leva ao palco seu espetáculo “Pianismo e Cores”

O Sistema FIRJAN apresenta nesta sexta-feira, 26 de outubro, às 20h, no Teatro FIRJAN/SESI de Itaperuna, o espetáculo “Pianismo e Cores”. As entradas custam R$ 10,00 (Inteira) e R$ 5,00 (Meia — Sócios SESI Clube, estudantes, terceira idade, portadores de necessidades especiais e jovens de até 21 anos).

O compositor e pianista André Codeço traz nesse concerto um pouco das cores e texturas diferenciadas que o piano é capaz de reproduzir a partir das diferentes correntes estéticas musicais. O espetáculo esta pautado com obras de Bach, Mozart, Rachmaninoff e do próprio André Codeço.

______________________
Mais informações
Sistema Firjan – Assessoria de Imprensa
(22) 3824-6500
Twitter: @sistemafirjan

segunda-feira, 22 de outubro de 2012

Ônibus da 1001 se acidenta na descida da Serra dos Órgãos


O Ônibus saiu de Itaperuna às 9 h e tinha como destino o Rio de Janeiro. Em Itaperuna embarcaram 29 passageiros e não se sabe ainda quantos passageiros embarcaram nas outras localidades, inclusive Miracema.

Passei pelo local do acidente por volta das 16 h, depois de ter ficado por cerca de uma hora e meia parado por causa da interdição da estrada para facilitar o socorro às vítimas. Segundo os noticiários morreram onze pessoas e há feridos.

O acidente aconteceu na primeira curva antes da Casa dos Queijos, no sentido Teresóplis - Rio, que fica próxima ao final da descida da Serra, em Guapimirim. O ônibus não conseguiu fazer a curva e desceu numa ribanceira.

Atualização às 19:50 h

O número de vítimas fatais subiu para 13

Foto do ônibus acidentado publicada no 007BONDeblog


A notícia "número de vítimas fatais subiu para 13" não foi confirmada. Falta de freios pode ter sido a causa do acidente, continue lendo neste link para O Globo Rio de hoje (23/10)

domingo, 21 de outubro de 2012

Avifauna de Miracema XC

Caracará cuidando dos filhotes no ninho.
 Casal de gavião-sauveiro
 Tiê-sangue
 Tipio. Sorgo no ponto certo é verdadeira festa para este pássaro, assim como para coleirinho, tizil, etc.
 Gavião-caramujeiro
 Neinei. A diferença para o bem-te-vi é só o tamaho do bico, além, claro, do piado.
 Bem-te-vi-rajado
PRESERVE A NATUREZA

sábado, 20 de outubro de 2012

Produção de leite no Noroeste Fluminense em 2011


A tabela abaixo mostra a produção leiteira do Noroeste Fluminense, com subtotais das duas microrregiões (Itaperuna e Santo Antônio de Pádua). Foram 142 milhões de litros de leite produzidos na região em 2011, o que proporcionou para os produtores 106,7 milhões de reais.

As vacas mais produtivas da região são as de Itaocara, em média cada vaca produziu 1.825 litros em 2011. Enquanto em Miracema foi registrada a mais baixa produtividade da região, apenas 807 litros por vaca ou menos da metade da produtividade de Itaocara, o que indica que Miracema precisa urgentemente de orientação profissional e ajuda da Secretaria de Agricultura e Pecuária do Estado do Rio para melhorar a qualidade das vacas leiteiras do município. Em São José de Ubá e Italva também foi registrada baixa produtividade, respectivamente, 846 e 857 litros por vaca. A produtividade destes três municípios está bem abaixo da média do Noroeste fluminense, 1.146 litros.

São José de Ubá foi o município onde a predominância do rebanho bovino é leiteira, 57% do rebanho são de vacas, enquanto a predominância do rebanho em Cambuci é de engorda, tendo neste município 83% do rebanho nesta categoria.


sexta-feira, 19 de outubro de 2012

Aumenta os empregos formais no Noroeste Fluminense em setembro


Os empregos com carteira assinada aumentaram em 59,13% no Noroeste fluminense no mês passado. Foram 366 admissões ante 230 no mesmo mês do ano passado.

Itaperuna liderou as contratações na região com a criação de 286 postos de trabalho, sendo seguido por Miracema, com 36 admissões, Aperibé, com 20, Porciúncula, com 13, Natividade, com 12, Santo Antônio de Pádua, com 9, ...

Diante do cenário estadual e nacional, este resultado de empregos formais na região foi bastante positivo. O Estado do Rio registrou neste mesmo mês queda de 33,64% e no âmbito nacional os empregos formais também recuaram (- 28,10%).

De janeiro a setembro de 2012, as admissões de empregos formais no Noroeste Fluminense superaram os desligamentos em 1.405 empregos. Em relação ao mesmo período do ano passado houve recuo de 25,50%. Recuo este inferior aos que ocorreram no Estado do Rio (- 89,60%) e no país (- 30,64%).

Municípios que mais admitiram na região neste período: Itaperuna (533), Miracema (197), Santo Antônio de Pádua (193), Itaocara (157), Aperibé (116), Porciúncula (106), ...